Começou o Dakar 2017

Arrancou hoje, dia 2 de Janeiro de 2017, a 39ª edição do Rally Dakar.

AdM @ 2-1-2017 14:42:27

A partida foi dada em Assunção a capital do Paraguai, que assim entra para a história da prova como o 29º país a ver desfilar a mítica caravana, sendo o 5º país do continente americano a acolher o Dakar.

Cruzando a Argentina, a prova vai chegar à Bolívia, o país que vai ter maior protagonismo nesta 39ª edição, já que vai ser palco de cinco etapas, com a caravana a visitar zonas míticas como o Lago Titicaca e a ser anfitriã do dia de descanso, que vai ter lugar a 8 de Janeiro, em La Paz, a capital mais alta do mundo.

O Dakar deste ano fica marcado por metade das etapas se desenrolarem acima dos 3.000 metros de altitude, com algumas especiais a decorrer acima dos 4.000 metros, tornando a condição física dos pilotos um dos elementos fundamentais para o sucesso. No total, os pilotos irão rolar mais de 9.000km, com cerca de 4.000km de especiais cronometradas.

A prova irá terminar na Argentina, com um percurso muito semelhante ao realizado em 2016, com as dunas de Fiambalá a constituírem um derradeiro desafio para pilotos e máquinas. A 14 de Janeiro, e depois de 12 etapas, Buenos Aires voltará a ser o palco da chegada do Dakar.

A ‘prova rainha’ do todo-o-terreno, conta com um total de 11 motociclistas portugueses.
Hélder Rodrigues (Yamaha) e Paulo Gonçalves (Honda), são dois grandes candidatos ao pódio, já que contam com o apoio directo das marcas que representam.

Mas não há que esquecer Mário Patrão (KTM), que já no ano passado mostrou a sua fibra, ao vencer a classe maratona da prova em 2016, e a conquistar o 13.º lugar da classificação geral, e que também está a ter um apoio substancial da marca austríaca, tendo sido inserido na equipa oficial KTM Red Bull, no lugar de Ivan Ramirez que tinha sido chamado para ocupar o lugar de Antoine Meo, ambos impossibilitados de alinhar na prova por motivos de saúde.

Pedro Biachi Prata (Honda), depois de ter anunciado a sua impossibilidade de estar presente nesta prova, por falta de apoios, viu-se inesperadamente convidado para tripular uma Honda CRF 450 Rally, para substituir Kevin Benavides, com a assistência a cargo da Honda Sul América MEC Team. Bianchi Prata vai assim poder lutar por um lugar de destaque, naquela que vai ser a sua 9ª participação como piloto.

Completam a representação portuguesa nas motos, os pilotos Joaquim Rodrigues (Hero Speedbrain), Gonçalo Reis (KTM), Rui Oliveira (Yamaha), Luís Portela Morais (KTM), Fausto Mota (Yamaha), David Megre (KTM) e Fernando Sousa Jr. (KTM).

O programa do Dakar2017:


- 01 jan: Cerimónia de Partida em Assunção (Paraguai)

- 02 jan: 1.ª etapa, Assunção - Resistencia, 454 km (especial cronometrada de 39 km).

- 03 jan: 2.ª etapa, Resistencia - San Miguel de Tucumán, 803 km (especial cronometrada de 275 km).

- 04 jan: 3.ª etapa, S. Miguel de Tucumán - S. Salvador de Jujuy, 780 km (especial cronometrada de 364 km).

- 05 jan: 4.ª etapa, S. Salvador de Jujuy -Tupiza, 521 km (especial cronometrada de 416 km).

- 06 jan: 5.ª etapa, Tupiza - Oruro, 692 km (especial cronometrada de 447 km).

- 07 jan: 6.ª etapa, Oruro - La Paz, 786 km (especial cronometrada de 527 km).

- 08 jan: Dia de descanso em La Paz.

- 09 jan: 7.ª etapa, La Paz - Uyuni, 622 km (especial cronometrada de 322 km).

- 10 jan: 8.ª etapa, Uyuni - Salta, 892 km (especial cronometrada de 492 km).

- 11 jan: 9.ª etapa, Salta - Chilecito, 977 km (especial cronometrada de 406 km).

- 12 jan: 10.ª etapa, Chilecito - San Juan, 751 km (especial cronometrada de 449 km).

- 13 jan: 11.ª etapa, San Juan - Río Cuarto, 759 km (especial cronometrada de 292 km).

- 14 jan, 12.ª etapa, Río Cuarto - Buenos Aires, 786 km (especial cronometrada de 64 km).

Resumo da 1ª Etapa

Paulo Gonçalves lidera os portugueses

Paulo Gonçalves

Xavier De Sultrait (Yamaha) foi o piloto mais rápido do primeiro dia de prova, com um tempo de 28m20s, a escassos 2 segundos de Juan Pedrero Garcia (Sherco TVS). 

Os pilotos Honda Ricky Brabec e Michael Metge foram terceiro e quarto respectivamente, seguidos por Paulo Gonçalves que registou o quinto melhor tempo, a apenas 28 segundos do líder, sendo o mais rápido dos portugueses. 

Joaquim Rodrigues, aos comandos da Hero oficial da equipa Speed Brain, foi o segundo melhor luso, ao terminar os 39km da classificativa em menos 3 segundos que o vencedor do ano passado, Toby Price, para ocupar o 16º posto da tabela.

Hélder Rodrigues mostrou-se muito cauteloso, demorando quase mais 2 minutos e meio que o piloto mais rápido, ocupando assim a 27ª posição.

Mário Patrão, provavelmente ainda em fase de habituação à sua nova KTM Rally, foi 29º a escassos segundos de Hélder Rodrigues.

Luís Portela Morais (KTM), fez o 35º melhor tempo, Gonçalo Reis (KTM) o 38º, Fausto Mota (Yamaha) o 53º, David Megre (KTM) o 56º, Rui Oliveira (Yamaha) o 68º e Fernando Sousa Jr (KTM) ocupa o 101º lugar da tabela.

As imagens do dia

AdM @ 2-1-2017 14:42:27


Últimas notícias