Mundial Supersport - Caricasulo aproveita

A corrida única de Supersport foi cheia de drama e uma das mais disputadas do fim-de-semana.

andardemoto.pt @ 12-3-2017 15:15:33

Christian Gamarino vem em segundo com um grupo de furiosos colado, mas viria a cair, como vários outros na disputada prova

Christian Gamarino vem em segundo com um grupo de furiosos colado, mas viria a cair, como vários outros na disputada prova

A corrida começou com uma perseguição a Cluzel, com um animado grupo onde se achavam Lucas Mahias, PJ Jacobsen, Khairuddin e os Wildcard Kraisart e Polamai, este tendo saído de segundo na grelha.

Quando parecia que, na ausência de Sofuoglu, iria ser o dia de Jules Cluzel, (agora na Honda CIA Landlord Insurance) o azarado francês foi, mais uma vez, vítima de avaria, comandando só para abandonar a 7 voltas do final.

Federico Caricasulo (GRT Yamaha Official WorldSSP Team) herdou o comando e não mais o largou, com o trabalho facilitado ainda pela desclassificação de um dos seus perseguidores, Kyle Smith, que não reagiu a uma penalização. Igual sorte teria Gino Rea, que não cumpriu um drive-through.

No final, com Caricasulo a vencer no calor de 37°, e o wildcard Kraisart em segundo, seria a sensação do ano passado, o jovem finlandês Niki Tuuli (Yamaha R6 da Kallio Racing), a ascender ao 3º lugar do pódio.

O tão falado substituto de Sofuoglu na Kawasaki Pucetti, o tailandês Thitipong Warokorn, acabou por ficar em quarto, com Kyle Ryde em quinto. Seguiram-se Hikari Okubo, o luso-descendente Sheridan Morais, Aiden Wagner, Watanabe e Mulhauser.


andardemoto.pt @ 12-3-2017 15:15:33

Galeria de fotos