Yamaha liderou treinos MotoGP com Viñales

A Movistar Yamaha acabou os três dias do Teste Oficial MotoGP no topo, mas a Ducati colocou as duas motos nos primeiros 4.

AdM @ 14-3-2017 19:59:29

Rossi, exibindo um novo esquema de capacete, mostrou que ainda está aí para a curvas, ficando com o segundo tempo do segundo dia

Rossi, exibindo um novo esquema de capacete, mostrou que ainda está aí para a curvas, ficando com o segundo tempo do segundo dia

Mais uma vez, foi o surpreendente “rookie” da equipa, Maverick Viñales, a superar tudo e todos, desta em Losail no Quatar, mostrando uma rapidíssima adaptação à M1 versão 2017. Valentino Rossi, que no segundo dia  acabou logo atrás, ficou em 6º nos tempos combinados, mostrando, se alguém tivera dúvidas, que a dupla vai ser uma força a ter em conta ao longo de 2017.

Viñales fez um tempo de 1.54.330, que mesmo assim deixou 14 pilotos dentro do mesmo segundo. Só que logo a seguir, a menos de um décimo de segundo (1.54.401) aparece Andrea Dovizioso, e com Dani Pedrosa, de alguma maneira, a intrometer a Honda Repsol em terceiro, Lorenzo é quarto, também ele nem sequer a duas décimas do tempo mais rápido. Sabendo nós que treinos são treinos, e nas corridas, os “rookies” têm tendência a cometer erros ou exceder-se, Lorenzo pode estar prestes a encetar uma época sensacional, provando os seus críticos errados...

O facto de que todas as 4 Yamaha da grelha ficaram nos primeiros dez mostra que as outras equipas oficiais ainda têm muito a fazer. Só que a Ducati também tem 4 motos no Top 10, com Bautista logo a seguir a Lorenzo, e Redding pouco atrás em 7º...  Pull and Bear ou Pramac, a equipa não parece importar, as Ducati satélite continuam capazes de andar na frente... A seguir ao Inglês, vêm as duas Tech3 Yamaha de Jonas Folger e Johann Zarco, separadas por Cal Crutchlow, que na sua Honda LCR privada bateu Marc Marquez por 17 centésimos de segundo...  Com o incumbente assim fora do Top Ten, Aleix Espargaró com a Aprilia Gresini ficou atrás em 12º.

Se a Suzuki parecia ir regressar em forma, aqui Iannone ficou apenas em 12º, a quase um segundo da frente, mas disse ter encontrado a boa direcção nas afinações e ter tirado mais partido da moto que até então...  Decerto Davide Brivio saberá o que fazer. Verdadeiramente abaixo do ritmo, estiveram as novas KTM, que preencheram os 3 últimos lugares, com Bradley Smith, o melhor, a dois segundos da frente. Também eles têm muito trabalho a fazer antes de vermos o MotoGP estrear, justamente aqui no Quatar, a 26 de Março.

AdM @ 14-3-2017 19:59:29


Últimas notícias