GP San Marino Moto2- Aegerter vence, principais rivais ficam de fora no molhado...

Condições extremas afastaram os principais protagonistas da classe: Primeiro Pasini, depois Morbidelli e logo a seguir, Oliveira, ficaram de fora, beneficiando Luthi na corrida aos pontos e dando um inédito 1-2 a pilotos suiços em qualquer classe do Mundial...

@ 10-9-2017 12:36:26 - Paulo Araújo

Nada ilustrará melhor as horríveis condições em que as corridas do G. P. de San Marino foram disputadas do que dizer que na categoria de Moto3, acabaram 15 pilotos, menos de metade dos que tinham saído da grelha. Chuva torrencial  trovoada, poças de água, zonas escorregadias, tudo os pilotos tiveram de enfrentar neste fim-de-semana e a corrida de Moto2, cujos pilotos já tinham somado 10 quedas no “warm-up” matinal,  não foi excepção: logo no começo, com um grupinho formado por Morbidelli, Aegerter, Pasini e Oliveira na frente, Pasini, detentor da pole, caiu fora, seguido em curta ordem pelo líder do campeonato Morbidelli.

Logo a seguir, Luthi à carga passou Oliveira para segundo, enquanto as condições traiçoeiras apanhavam mais alguns de surpresa, como Navarro, que saiu catapultado da moto, e pouco depois, Nagashima e Simeon. Aegerter controlava a corrida com grande precisão, mantendo um avanço de cerca de 8/10 sobre Luthi, quando de repente, na famigerada curva 15, Oliveira aparece também pelo chão, afastado da luta pelo pódio e do terceiro lugar do campeonato, possibilitado pela ausência de Marquez...

Com Syahrin, Nakagami e Bagnaia a perseguir agora os dois da frente, o mau tempo parecia favorecer Remy Gardner, que seguia num inédito 8º lugar entre Binder e Quartararo e o abandono de Locatelli a perfazer apenas 17 pilotos em pista quando faltavam 14 voltas para o final.

Vierge, que tinha caído, entra nos pontos em 15º e Gardner paga o excesso de  confiança com uma saída que o baixa para 14º. Incrivelmente, Aegerter escorrega e é passado por fora numa manobra ousada de Luthi a 9 voltas do fim, mas a posição é invertida logo a seguir e o 77 lidera de novo.

A batalha pelo 4º lugar aquece, com Nakagami, Bagnaia, Corsi e Binder todos a terem momentos, o que só salientava ainda mais a extraordinária corrida de Aegerter. Bagnaia livra-se de Nakagami para  4º, e Alex de Angelis é mais uma queda, a perfazer só 16 sobreviventes em pista.

Moto 2 corrida:

1. Dominique Aegerter – Kiefer Suter 1:36.548

2. Thomas Luthi -Interwetten Kalex

3. Hafizh Syahrin – Kalex Petronas

4. Francesco Bagnaia – Kalex Sky

5. Takaaaki Nakagami – Honda Idemitsu

6. Brad Binder – KTM Red Bull

7. Fabio Quartararo - Kalex





@ 10-9-2017 12:36:26 - Paulo Araújo



Últimas notícias