Mulher pede divórcio porque o marido comprou uma Kawasaki Z800

O marido terá comprado a moto sem pedir a opinião da sua mulher!

andardemoto.pt @ 18-11-2016 18:57:43

Chegou à nossa redacção o relato sobre um casal espanhol, cujos cônjuges terão uma idade aproximada dos 40 anos, pais de uma menina com 6 anos de idade, que se terá divorciado, alegadamente pelo facto de o marido, sem ter previamente ter pedido a opinião da esposa, ter comprado uma moto Kawasaki Z800.

Segundo nos contam, tudo corria bem na relação conjugal, quando o homem chegou a casa na sua nova Kawasaki Z800, cujo preço ronda os 9.000 euros.

Declarações da mulher confirmam o desaguisado: 

“Quando vi a moto estacionada na garagem pedi explicações ao meu marido. Ele tentou tirar importância ao facto, mas quando acedi à conta do banco, vi que faltavam quase 9.000 euros no saldo, dinheiro que estava destinado a comprar o material escolar da nossa filha. Foi então que fui à garagem, onde ele tinha a nova moto e as outras 3 anteriores, e atirei com uma delas ao chão! No dia seguinte fui ao advogado pedir o divórcio. - Ainda que viva sozinha com a minha filha vai-me sair mais barato! Ele é um irresponsável!”

O homem ainda se defendeu, dizendo que esta nova moto era indispensável para a sua evolução como motociclista, pois as outras já não eram suficientes para satisfazer a sua ambição motociclística! Mas não foi suficiente!

O que é certo é que a mulher alegou que o marido gastava anualmente uma verba superior a 20.000 euros com a sua “afición”, repartidos entre motos, equipamento, seguros, clube, selos e viagens, despesas essas que seriam incompatíveis com o rendimento familiar.

Segundo consta, trata-se do primeiro caso de divórcio em Espanha, consubstanciado por estas alegações.

NdR: Isto faz-nos lembrar a história do nosso amigo que dizia que o único medo que tinha, era que quando morresse, a mulher vendesse as suas motos pelo preço que ele lhe tinha dito que elas tinham custado!

andardemoto.pt @ 18-11-2016 18:57:43