Honda CBR1000RR Fireblade - um percurso de 25 anos

A 13ª geração da Fireblade acaba de nascer. Apresentada à comunicação social no início deste mês, no AIA em Portimão, vem afirmar-se perante uma concorrência feroz, com argumentos de peso, literalmente.

AdM @ 20-3-2017 14:01:42

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Honda CBR1000RR Fireblade SP 2017 | Moto | Super Sport

Desde 1992, a Fireblade passou por muitas alterações e evoluções - todas suportadas pelo conceito de Controlo Total. 13 gerações que criaram um mito (pode ver aqui a história da evolução deste modelo - em inglês).

Todas as gerações assentam no legado da Fireblade original,uma máquina perfeitamente equilibrada, caracterizada pelo facto de funcionar incrivelmente bem na pista e, ainda mais importante do que isso, proporcionar uma condução emocionante e extremamente gratificante na estrada.

90% dos principais componentes da CBR1000RR nesta versão de 2017 são novos , sendo que o aspecto mais visível das novas “Blade” é o pacote electrónico, inexistente na versão anterior, e que conta com uma IMU (Unidade de Medição de Inércia) de 5 eixos, sendo que a relação entre potência e peso foi substancialmente melhorada em toda a gama, que agora é composta por 3 modelos:

CBR1000RR Fireblade - a versão básica

A relação entre potência e peso foi melhorada em 14%, alcançando o melhor nível de sempre para uma Fireblade, conseguido à custa de uma redução de peso de 16 kg com a utilização de materiais exóticos onde possível, e a um aumento de potência de 8 kW.

Como resultado final, a nova Blade pesa 196kg em ordem de marcha, e oferece uma potência de 192cv às 13.000rpm. Além do sistema de controlo de tração ser ajustável, e do efeito travão motor ser regulável, está dotada de um novo sistema ABS.  

A travagem está a cargo de material Tokico. Apresenta ainda diversos modos de condução e mapas de potência, e a suspensão Showa completa possui tecnologia baseada na balística RC213V-S de MotoGP. O “quickshifter” é opcional.

CBR1000RR Fireblade SP - a versão intermédia

Em comparação com a versão base, a SP apresenta uma suspensão Öhlins semi-ativa controlada eletronicamente, mas o sistema de controlo de tração está interligado com uma unidade de controlo do levantamento da roda dianteira, sendo igual ao da versão base.

O ABS também controla a elevação da roda traseira, mas apresenta uma funcão específica para curva. A travagem está a cargo de material Brembo.

O “Quickshifter” integral é de série, e proporciona assistência nas passagens de caixa, seja a subir ou a descer nas relações.

O depósito de combustível em titânio e a bateria de iões de lítio, contribuem para uma redução de peso de 1kg.

CBR1000RR Fireblade SP2 - a versão topo de gama

Apesar de a SP2 ser homologada para uso em estrada, ela é nitidamente vocacionada para as pistas. Ao equipamento existente na versão SP, a SP2 oferece os mesmos 192cv de potência máxima, com 114 Nm de binário, das outras versões, mas pode receber kits opcionais HRC, Sport Race ou Full Race.

Vem equipada com jantes ultra-leves Marchesini.

Pode ver ainda mais imagens e outras informações mais detalhadas no artigo que já tinhamos publicado na altura da apresentação da Fireblade, no Salão de Colónia de 2016 (clique aqui).

As Rivais:

No mundo das Superbikes a competência é feroz, e a Fireblade rivaliza com uma legião de motos que representam o expoente máximo da tecnologia actual.

Clique nos links para informações mais detalhadas:


Alguns dos conceituados jornalistas presentes na apresentação internacional da CBR1000RR Fireblade, realizada recentemente no Autódromo de Portimão, e que teve como anfitriões cotados pilotos como Nicky Hayden, piloto oficial da marca em WSBK e Freddy Spencer (que vai recentemente editar um livro com a sua história), puderam testar a versão base e a versão SP (a SP2 só vai estar disponível em finais de Abril) da versão 2017 da CBR1000RR Fireblade, e o andardemoto.pt recolheu a sua opinião:

A maioria deles referiu-se apenas a um aspecto menos positivo que está relacionado com o facto de a regulação do controlo de tracção e do “wheelie control” (anti-cavalinho) serem simultâneos, isto devido ao facto de o “wheelie control” em vez de depender de um sensor de inclinação, efectuar os cálculos da mesma forma que o controlo de tracção, isto é, pela diferença de velocidade entre as duas rodas, um sistema que não é usado nas motos da concorrência, que confiam na informação do inclinómetro da IMU para efectuar o controlo da roda dianteira.

Como resultado prático, ao levantar a roda dianteira, a intervenção electrónica da Honda é algo abrupta e pouco consistente. Este é um pormenor bastante mais importante para condução em pista, do que para uma utilização normal em estrada.

O facto de a potência total ser ligeiramente inferior à da concorrência, não chegando à barreira psicológica dos 200cv, parece não ter grande influência no desempenho geral da moto, facto que rapidamente se confirmará, com o resultados que Nicky Hayden vai conseguir ao longo do Campeonato de WSBK de 2017.

Mas todos eles concordaram que a Honda CBR1000RR é facilmente controlável, com um motor potente mas com uma entrega de potência muito linear, muito fácil de conduzir muito depressa, por ser muito compacta e muito leve, sendo também muito confortável e ergonómica, mesmo para os condutores mais “avantajados”.

Todos eles elogiaram o “quickshifter”, alguns referindo-se-lhe como exemplar, e todos concordaram que a Fireblade deverá ser uma moto de estrada muito competente, e sobretudo muito rápida, pois o motor, sendo muito suave nos regimes mais baixos, ao subir de rotação vai-se transformando numa verdadeira máquina de ataque!

Também a generalidade dos jornalistas concordou que a afinação dos diversos modos de motor e da suspensão é feita de forma muito simples e rápida. A Honda anuncia Total Control, e parece que é isso mesmo que os futuros proprietários de uma Fireblade vão realmente ter!

Pode confirmar as opiniões de alguns dos jornalistas, se seguir os links abaixo (em inglês):



Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Honda CBR1000RR Fireblade SP 2017 | Moto | Super Sport

AdM @ 20-3-2017 14:01:42


Últimas notícias