As marcas de motos que mais contribuíram para o crescimento das vendas

Nos primeiros 9 meses de 2017 e comparando com o mesmo período do ano passado, as vendas de motos em Portugal tiveram um crescimento significativo. De salientar a consistência do crescimento no segmento das motos com mais de 125 cc, nos últimos três anos, no referido período. As conclusões são baseadas nos números da ACAP.

andardemoto.pt @ 13-10-2017 15:49:35

No gráfico que se segue pode ver-se a evolução das vendas nos últimos três anos, comparando os primeiros 9 meses de cada ano.


No grupo dos ciclomotores (<=50cc), depois de uma ligeira descida de 2015 para 2016, verifica-se uma recuperação de 10,6% no período homólogo deste ano (2017).

As chamadas 125cc, crescem cerca de 3% de 2015 para 2016 e 22,6% (2.181 unidades) de 2016 para 2017, comparando os primeiros 9 meses de cada ano.

O desempenho nas vendas das motos com cilindrada superior a 125cc tem sido animador e consistente nos anos em análise. Assim, de 2015 para 2016 observamos uma subida de 22,4% (1.141 unidades) e um crescimento de 34,4% de 2016 para 2017 (2.140 unidades).

Se nos focarmos nas 10 marcas que mais venderam nos primeiros 9 meses de 2017, o crescimento do ano passado para este ano, por marca e no segmento das 125cc, é o que se observa no gráfico seguinte.


Com um crescimento global deste segmento de 2.181 unidades, verifica-se que cerca de metade foi protagonizado pela Honda. As duas novas marcas no mercado, Bennelli e UM, já deram um interessante contributo para o crescimento deste segmento, contrastando com os modestos números da Yamaha e o mau desempenho da Kymco, com uma prestação negativa de menos 30 unidades.

Observemos agora, no gráfico que se segue e com os mesmos critérios, o segmento das motos com mais de 125cc.

De 2016 para 2017, como já vimos, o crescimento total deste segmento foi de 2.140 unidades. As 10 marcas que mais venderam nos primeiros 9 meses deste ano, representadas no gráfico, contribuíram com 95,1% do crescimento total deste segmento.

Nos gráficos em baixo podem ver a evolução mensal das vendas comparando o ano de 2016 e 2017.

De salientar o facto de, no segmento das mais “crescidas” (+125cc), ter havido uma ligeira subida em setembro relativamente a agosto e tendo ficado muito próximo dos números alcançados no mês de junho.

andardemoto.pt @ 13-10-2017 15:49:35

Galeria de fotos