Miguel Oliveira e GNR juntos pela segurança dos motociclistas

Porque o saber nunca é demais, dezenas de motociclistas rumaram a Queluz, à Escola da Guarda Naciona Republicana para mais uma acção de formação. A presença de Miguel Oliveira foi fundamental para divulgar a importância da formação na segurança rodoviária.

andardemoto.pt @ 10-7-2018 05:00:40

A Guarda Nacional Republicana,organizou no passado dia 4 de julho, na Escola da Guarda, em Queluz, uma ação de sensibilização teórico-prática de técnicas de condução defensiva de motociclos e ciclomotores, que contou com a presença especial do “nosso” piloto de motociclismo Miguel Oliveira.

Esta ação tal como as realizadas anteriormente e que já tinhamos tido oportunidade de participar (clique aqui para ver a reportagem), destinou-se sobretudo a sensibilizar os motociclistas, no sentido de contribuir para a diminuição da sinistralidade rodoviária envolvendo este tipo de veículos.


Ministrada por militares especialistas em segurança rodoviária e em condução defensiva de veículos motorizados de duas rodas, esta acção consistiu numa parte teórica que abrange temas como a posição de condução, segurança ativa e passiva, travagem de emergência e trajetórias de segurança, e uma parte prática na qual os participantes colocam em prática os ensinamentos de segurança rodoviária e de perícia de condução, percorrendo um circuito dentro das instalações da Escola da Guarda.

Em ambos os momentos, a GNR contou com a experiência do piloto Miguel Oliveira para sensibilizar os motociclistas sobre uma utilização segura deste tipo de veículo.

A presença e o mediatismo de Miguel Oliveira nesta acção magnetizou bastantes jornalistas de meios generalistas, um factor relevante no sentido de divulgar a necessidade de formação adequada como uma ferramenta fundamental na prevenção de acidentes em duas rodas, pois de acordo com as estatísticas apresentadas no início da sessão teórica, os acidentes fatais com motociclos aumentaram bastante de 2016 para 2017, mas sobretudo em motos com mais de 125cc, e numa faixa etária entre 30 e os 50 anos.


Veja a reportagem fotográfica:

andardemoto.pt @ 10-7-2018 05:00:40