Caramel Curves - As raínhas do motociclismo de Nova Orleães

Mulheres motociclistas que conduzem potentes motos, em saltos altos e roupas "sexy".

andardemoto.pt @ 18-4-2017 06:30:00

As Caramel Curves são um clube motard de Nova Orleães, formado exclusivamente por mulheres de descendência africana. 
São celebridades graças à sua imagem feminina e aos seus exclusivos “burnouts” cor-de-rosa.

A fotógrafa Akasha Rabut anda há 3 anos a captar a sua imagem. Tazemos-lhe aqui o resultado final do seu trabalho.

Tudo começou quando a fotógrafa, num passeio de Domingo pelas ruas da cidade,  encontrou duas mulheres sentadas aos comandos de potentes motos.
Depois de breve conversa, elas convidaram-na para um encontro num salão de beleza, contaram-lhe a sua história, e foi aí que Akasha decidiu que tinha que as retratar e conseguir captar a essência deste grupo.

O clube foi fundado em 2005, mesmo antes de a cidade ter sido destruída pelo furacão Katrina.

Mas em 2009 reagruparam-se e desde então, todos os Domingos, as Caramel Curves desfilam pelas ruas da cidade, com os seus uniformes sexy, todos a condizer, de Mohawks cor-de-rosa nos capacetes e de saltos “stilletto”, e desafiam a hegemonia masculina do motociclismo, dizendo-se diferentes de outros grupos, precisamente por assumirem a sua feminilidade.


A sua assinatura são os “burnouts”. Elas são literalmente viciadas em queimar borracha, e aguardam com impaciência que os pneus que deitam fumo colorido voltem a ser produzidos, depois de recentemente terem sido descontinuados.


Além dos “burnouts” elas têm orgulho em saber fazer tudo o que os homens fazem: desde os “cavalinhos” aos “donuts”.
Como celebridades, usam a fama granjeada para angariar fundos para causas comunitárias, e publicam anualmente um calendário cujas receitas são também destinadas a causas solidárias.

Estão organizadas, e dividem tarefas entre si, desde a preparação do guarda roupa, que muda frequentemente, até às representações oficiais, tarefa que não é fácil para as 28 mulheres, cada uma com o seu emprego, muitas com família, e que ainda assim conseguem juntar-se semanalmente.

O lema das Caramel Curves é que não se divertem apenas a andar de moto, mas também a manterem-se deslumbrantes enquanto o fazem!

“Somos uma espécie diferente de mulheres motociclistas. Nós conduzimos as motos de saltos altos, com roupas sexy, cabelos arranjados e sempre bem maquilhadas!”

Entre os membros, encontra-se uma condutora de autocarro, uma médica dentista, uma enfermeira, uma proprietária de um salão de beleza, e diversas outras profissionais, mas todas se consideram ultra-femininas, e isso é uma das razões do seu sucesso!


Veja mais imagens das Caramel Curves:

andardemoto.pt @ 18-4-2017 06:30:00