Teste Husqvarna 701 Enduro - Caminhos para quê?

A Husqvarna criou a combinação perfeita entre uma moto de estrada e uma moto de enduro. Se é mais de uma ou de outra nem sequer interessa pois o resultado é “funtastico”.

AdM @ 6-11-2016 19:10:59

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Husqvarna 701 Enduro | Moto | Supermoto

Texto: Rogério Carmo     Foto: ToZé Canaveira


Cada vez que vou para passeios fora de estrada, penso que o maior desafio é conseguir manter os níveis de cansaço baixos para poder desfrutar da aventura ao longo de todo o dia. Evitar ter que parar para tirar uma foto de uma bela paisagem, só por duvidar se terei força para voltar a tirar a moto do descanso lateral, e chegar a casa completamente gasto de cansaço correndo eventualmente riscos desnecessários no caminho de regresso, não faz parte do meu conceito de diversão.

Por isso, passar um dia inteiro “fora de estrada” aos comandos de uma “bigTrail” é mais do que um acto de valentia. É puro masoquismo.

Por outro lado, passar um dia inteiro numa moto pequena e leve a desfrutar da natureza com os níveis de adrenalina sempre bem elevados, mas ter que voltar para casa num assento desconfortável, a uma velocidade bastante reduzida e sem qualquer protecção aerodinâmica, é sadismo!

Por isso, encontrar uma moto capaz de nos levar confortavelmente até longe para irmos descobrir alegremente uns sítios giros no meio da natureza, não é uma tarefa fácil. A Husqvarna arriscou e o resultado é bastante melhor do que à partida se podia supor.

Tentou encontrar a génese de motos "trail" como a Honda Dominator, a Suzuki DR 600 ou a Yamaha XT600, e deu-lhe um tratamento à sueca, com equipamento de luxo e uma dose de eficácia extra.

Foi assim que surgiu a 701 Enduro.

Ao contrário da sua gémea 701 Supermoto, que já tinha tido oportunidade de testar (pode ler o teste se clicar aqui), a Enduro é mais do que um brinquedo. É, para além de um instrumento de prazer, uma verdadeira terapia.

Como qualquer moto, ela não é perfeita! Mas o seu compromisso entre agilidade, conforto e desempenho está muito bem conseguido, sendo muito agradável de conduzir em qualquer piso e a qualquer ritmo, podendo ser bastante arrojada nas unhas de um "pro" e muito segura e agradável de conduzir nas mãos de quem não tem a mínima vontade de sujar muito o equipamento.

Mesmo alguém com muito pouca experiência em "offroad" vai conseguir sentir-se muito confiante aos seus comandos. Não é em vão que a Husvarna oferece um "kit" homologado de redução de potência para 30kW, que lhe permite ser compatível com carta A2.

Em estrada conseguem-se andamentos bastante rápidos e apenas a dureza do assento e a escassa capacidade do depósito limitam o seu raio de acção. Ainda assim, a 701 Enduro está muitos pontos acima de, por exemplo, uma KTM 690 Enduro R com quem partilha o motor e o quadro em treliça.

Tiradas de cem quilómetros consecutivos, ou mesmo um pouco mais, são perfeitamente conseguidas, sobretudo se se tratar de estradas de montanha onde o magnífico desempenho da ciclística e do motor, ajudados pela caixa de velocidades, suave e precisa, e pela embraiagem Magura com função deslizante, da ATPC, assistida hidraulicamente e de comando muito leve, apenas se encontram um pouco limitados pelo comportamento dos pneus Continental TKC-80.

Efectivamente, a resposta instantânea do monocilíndrico e a potência da travagem permitem ritmos impensáveis para uma vulgar moto de off-road.

Para melhor adequar a Enduro à sua missão, o motor oferece três modos de potência, "Standard", "Soft" e "Advanced", seleccionáveis através de um regulador existente debaixo do assento, que controla a centralina desenvolvida pela Keihin.

Assim, mesmo os menos experientes podem desfrutar de uma potência compatível com o seu nível de desempenho, e de acordo com o tipo de piso. Ao dar arranque, o escape solta as notas típicas do característico “sound of singles” e sobe de rotação pronta e rapidamente.

Fora de estrada, literalmente, pois não estou a falar de trialeiras ou de estradões de terra, mas sim de cortar o caminho a direito por cima de qualquer terreno, a 701 Enduro é tão intuitiva que chega a parecer que adivinha aquilo que queremos fazer.

A travagem potente, a cargo de material Brembo, assistida por um ABS Bosch que permite desligar o sistema na roda traseira, confere uma segurança impressionante, e a pronta resposta do motor permite levantar a roda da frente sempre que necessário sem qualquer esforço.

A posição de condução é muito boa, seja em pé ou sentado, com o guiador largo a proporcionar uma grande precisão de movimentos, e a cintura estreita a permitir mover o corpo de acordo com os obstáculos. Os comandos “caem” naturalmente nas mãos e o seu accionamento é leve e preciso. As peseiras são robustas e amplas não causando empecilho para as botas.

Já agora, também é de salientar o pouco calor emanado do motor, o que é uma verdadeira bênção em dias de canícula.

A suspensão confortável isola as vibrações do piso e o impacto dos saltos, ao mesmo tempo que mantém as rodas bem coladas ao chão, garantindo sempre uma grande aderência, mesmo nos pisos mais agrestes. Com 275 mm de curso em ambas as rodas, e com cerca de 30 centímetros de altura livre ao solo, os obstáculos ficam a parecer menos difíceis de transpor.

Manobrar é fácil devido à grande brecagem, ao baixo peso e à boa distribuição de pesos, mas claro que as normais mordomias de uma big trail, como o espaço de bagagem e uma instrumentação completa, não existem.

Em contrapartida, levantá-la do chão, apesar de se estar muito menos sujeito a quedas do que numa "big trail", não requer grande dispêndio de energia.

Mas a aventura é mesmo isso. Nós, na natureza, levando apenas uma mochila com saco de hidratação e um bom “Smartphone”! No entanto a diversão, essa, está garantida.

Entretanto, a Husqvarna já anunciou que para a gama de 2017, tanto esta 701 Enduro como a sua gémea 701 Supermoto vão ser ligeiramente remodeladas:

Vão receber a nova geração do motor que já equipa a KTM Duke 690 (pode clicar aqui para ver a nossa impressão sobre ele) dotado de um veio de equilíbrio secundário que diminui substancialmente as vibrações de funcionamento que se notavam sobretudo nos regimes elevados, e que debita mais 6 cavalos de potência que o agora usado, cifrando-se num total de 74cv.

Neste teste usámos o seguinte equipamento:

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Husqvarna 701 Enduro | Moto | Supermoto

AdM @ 6-11-2016 19:10:59


Últimas notícias