Paulo Araújo

Paulo Araújo

Motociclista, jornalista e comentador desportivo

OPINIÃO

Nicky Hayden, o adeus

Nicholas Patrick Hayden é o nome completo do piloto Norte-americano mais conhecido como Nicky Hayden. Nascido em Owensboro, no Kentucky, a 30 de Julho de 1981 o seu falecimento acaba de ser confirmado, na sequência de graves lesões cerebrais contraídas num acidente de bicicleta em Itália.

andardemoto.pt @ 22-5-2017 18:43:29 - Paulo Araújo

Dirt Track foi a sua primeira modalidade

Dirt Track foi a sua primeira modalidade

Piloto desde os mais tenros anos, já o pai Earl, de voz arrastada, era um bem conhecido piloto de Dirt-Track, (e ostentava o Nº 69 que o filho viria a adoptar nos Mundiais): Mais, a mãe e irmã mais velha também corriam em moto, além dos seus irmãos Tommy e Roger Lee. Os três irmãos não tardaram a virar-se para a velocidade, começando Nicky a competir aos 13 anos nos campeonatos americanos.

Aos 16, já Nicky era profissional, chegando às Superbike AMA um ano depois, em 1998, temporada que ficou logo em quarto lugar no Campeonato. No ano seguinte, uma mudança de ritmo via-o conquistar o Campeonato de Supersport 600, onde o rival principal fora o seu irmão mais velho!

Bem à americana, ainda seria segundo na Formula Extreme e continuava a disputar o Grand National de Dirt Track, onde averbou a primeira vitória na Meia Milha de Hagerstown, sendo considerado “melhor rookie” ao mesmo tempo. 

Tudo isto granjeou-lhe também o Prémio de “Atleta AMA do Ano”.

Pouco depois, em 2000 e já piloto oficial da Honda America, Nicky consegue a sua primeira vitória nas Superbike AMA, ficando nessa época a apenas 5 pontos do multi-campeão Mat Mladin.




Os 3 irmãos Hayden

Os 3 irmãos Hayden

Dois anos depois, sagra-se mesmo Campeão AMA, não só ganhando 9 das 16 corridas, como vencendo as 200 Milhas de Daytona e proclamando-se o mais jovem Campeão da Categoria aos 21 anos!

Isto, com 4 vitórias em Dirt Track ao mesmo tempo. Foi neste ano, no Steeplechase de Springfield, que os três Hayden monopolizaram o pódio, acabando Nicky 1º, Tommy 2º e Roger Lee 3º. Para mais, ainda esse ano, no Steeplechase de Peoria, Nicky conseguia a façanha de bater Chris Carr, que havia vencido a prova 13 anos consecutivos!

Só restava a Nicky seguir os passos de outros grande americanos, como Kevin Schwantz, Eddie Lawson ou Kenny Roberts, e assim em 2003 dá o salto para a MotoGP, entrando directamente na Honda Repsol como colega de equipa do então imbatível Valentino Rossi. 

Numa entrevista feita nessa altura, disse-nos “Não quero ser conhecido como o puto que era o colega de equipa de Rossi!”

O resto é história... ainda na Honda Repsol, foi Campeão Mundial em 2006, ano em que também deu à Honda a sua 200ª vitória em MotoGP.

Foi ainda 3º em 2005, 5º em 2003 e 6º em 2008, sempre com a Honda. Ainda pilotou para a Ducati entre 2009 e 2013, anos difíceis para o Kentucky Kid, que por essa altura era um convidado regular em programa de TV americanos, sendo considerado o solteiro mais apetecível dos Estados Unidos... o seu palmarés em Moto GP ficaria por 3 vitórias e 28 pódios, antes de transitar, no ano passado, para o Mundial de SBK, facto que o juntou ao selecto grupo, que inclui Biaggi, Bayliss e Barros, que venceu corridas em ambos os campeonatos mundiais.


Nicky tinha um carácter muito particular. Sempre mantivemos contacto ocasional, e tive ocasião de o entrevistar uma segunda vez, a seguir à sua vitória estreante de MotoGP, em Laguna Seca.

Apesar da óbvia diferença de idades, tratava-me por “dude” e é notório que quando sorria, o que era frequente, o fazia com os olhos, tanto como com os lábios. 
Adorava a vida na Europa, confessando que o primeiro ano fora muito duro, só ele e o pai a conduzir a "motorhome" de país para país, mas depois, já conhecedor dos circuitos, dos atalhos e dos melhores restaurantes, apreciava a vida ao estilo Europeu.

Em 2017, já não esperamos perder pilotos em pista. Felizmente, já é raro. E os que também consideramos amigos, esperamos não perder nunca... muito menos num estúpido acidente de bicicleta...

Estejas onde estiveres, não serás esquecido, Nicky!

andardemoto.pt @ 22-5-2017 18:43:29 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Opiniões