Triumph tricilíndrico de Moto2 testa em Motorland

Julián Simón foi o piloto que testou em Aragón os avanços tecnológicos dos motores que vão equipar as motos do Campeonato do Mundo de Moto2 em 2019

andardemoto.pt @ 10-9-2017 20:47:12

A Triumph deu um novo passo em frente no programa de desenvolvimento do seu motor de Moto2 que irá equipar todas as motos da classe intermédia de Grande Prémio em 2019, conforme já tínhamos noticiado.

A segunda sessão de testes teve lugar na “Ciudad del Motor de Aragón” durante a primeira semana de Setembro de 2017, e foi o piloto Julián Simón que rolou em pista aos comandos do protótipo equipado com o novo motor.

Praticamente a meio da fase de desenvolvimento, estes testes que ao que parece foram muito produtivos e promissores, serviram para recolher informação diversa que os empenhados técnicos de Hinckley irão analisar nas próximas semanas.

Numa primeira análise, os dados confirmam que o desenvolvimento do motor tricilíndrico de 765cc, que debita de série 123cv, está a correr de forma positiva e dentro dos prazos previstos, de forma a que possam começar a ser fornecidos às diversas equipas de Moto2 a partir de Junho de 2018.


No que à potência diz respeito, sendo essa a principal questão que se impõe, os responsáveis pela marca garantem que foram superadas todas as expectativas nos aspectos de binário disponível e fiabilidade intrínseca, com o protótipo a registar tempos por volta consecutivos muito consistentes e competitivos, comparados com os actuais propulsores fornecidos pela Honda.

Este motor para Moto2 tem por base o que equipa a Street Triple 765cc de 2017, que por sua vez é uma evolução do da Triumph Daytona 675R, vencedora da categoria de Supersport do TT da Ilha de Man, das 200 milhas de Daytona e do campeonato britânico de Supersport em 2014 e 2015.

Foi desenvolvido com especificações de competição, e com um enfoque especial, entre outros pontos, na optimização do fluxo de gases entre a admissão e o escape, conseguindo por essa via aumentar o regime máximo de rotação e consequentemente a potência final.
O próprio director de projecto da Triumph Motorcycles, Steve Sargent, afirmava:
"Estamos no bom caminho e sentimo-nos todos muito orgulhosos pelos ritmos que o Julián conseguiu marcar nesta sessão de testes em pista. Os dados recolhidos foram muito positivos e valiosos, pois estamos seguros que estamos a desenvolver um motor que tanto os pilotos como as suas equipas vão desfrutar e que vai proporcionar uma grande espectacularidade à classe Moto2 e um som que irá emocionar os espectadores


Também o próprio Julian Simón, Campeão do Mundo de 125 em 2009 e vice-campeão de Moto2 em 2010, comentou sobre este teste:

Estou muito satisfeito por ter sido convidado para este projecto, e estar intimamente envolvido no desenvolvimento do motor Triumph 765cc para Moto2. A versão que agora testámos representa um grande avanço, e as sensações que ele transmite são muito boas. Tem muita potência disponível, a caixa de velocidades é fantástica, e o som do escape é verdadeiramente estupendo. Achei-o muito divertido”.


Pode ficar a conhecer melhor o novo motor se clicar aqui

Veja também o vídeo da sessão de testes em Motorland :

andardemoto.pt @ 10-9-2017 20:47:12