Bonneville Bobber - uma Triumph Brutalmente Bela

A mais recente criação da casa de Hinckley foi apresentada com pompa e circunstância

AdM @ 20-10-2016 01:52:00

Foi ontem, dia 19 de Outubro de 2016, apresentada ao mundo a mais recente produção da Triumph. Considerada uma genuína “Factory Custom”, a nova Bonneville Bobber resume a essência da gama de clássicas modernas da casa de Hinckley.

Musculada, potente e cheia de atitude, linhas simples e perfil baixo, a sua base assenta na engenharia da Bonneville T120, mas dotada de uma filosofia minimalista genuinamente ao estilo “bobber”.

Assento “solo”, guiador “drag bar”, depósito de combustível esculpido, farol pequeno, jantes raiadas e uma traseira a lembrar as velhas “hard tail”, com recurso a uma suspensão exclusiva desenvolvida à medida, com o amortecedor único escondido debaixo do assento.

A atenção ao detalhe revela-se nos pormenores, com os componentes electrónicos e cablagens escondidos de forma a não comprometerem a “limpeza” das linhas. A bateria está escondida numa caixa, fechada por uma cinta de aço inox, colocada em baixo, no lado esquerdo da moto.

Pormenores de requinte encontram-se na placa da marca, em bronze, colocada no remate traseiro do assento, nas tampas do motor polidas, no original tampão do bocal de enchimento do depósito, nas articulações cromadas dos espelhos retrovisores e em algumas peças maquinadas.

O aspecto nostálgico é reforçado com o aro de suporte do guarda-lamas traseiro, com os corpos de alimentação a imitarem um velho carburador Amal, com o travão traseiro a simular um sistema de tambor, e com os foles de borracha que protegem as bainhas da forquilha da suspensão, tudo rematado com um canhão de ignição colocado lateralmente, do lado direito.

Apesar da inspiração retro, a ergonomia não foi descurada, e a nova Bonneville Bobber é a primeira moto da sua classe a permitir não só o ajuste do assento em altura e em profundidade, como também a regulação do painel de instrumentos, para garantir uma posição de condução perfeita.

O painel de instrumentos é muito completo, fornecendo informações como a relação de caixa engrenada, dois contadores parciais de quilómetros, autonomia, consumos e relógio, entre outras, todas acessíveis através de um botão de comando instalado no punho esquerdo.

Também a funcionalidade é elevada, com um índice tecnológico que garante elevados padrões de segurança: ABS, acelerador electrónico “ride-by-wire” com dois modos de condução (Road e Rain), controlo de tracção desligável, embraiagem deslizante e assistida, imobilizador anti-roubo com chave codificada e farolins em LED.

O coração da Bobber é o mesmo que equipa as Bonneville 1200, mas foi especificamente afinado para gerar um maior binário e potência a baixa rotação, e exprime-se com um som ainda mais característico através de umas ponteiras de escape curtas “slash cut”. A mecânica assente na refrigeração por líquido garante intervalos de manutenção alargados a 16.000km.

Ainda não há informação nem sobre o preço, nem sobre a disponibilidade para o nosso país, mas o que já se sabe é que a Bonneville Bobber vem acompanhada de uma gama de 150 acessórios originais que, além de realçarem a beleza desta Triumph, vão torná-la ainda mais exclusiva: guiador “ape hanger”, ponteiras de escape Vance & Hines, “cruise control” e punhos aquecidos são apenas um exemplo.

Veja o vídeo de apresentação

Galeria de Imagens Triumph Boneville Bobber

AdM @ 20-10-2016 01:52:00


Últimas notícias