GNR dá Formação gratuita a motociclistas

Militares da Escola da Guarda e da Unidade Nacional de Trânsito dão ensinamentos de segurança rodoviária e de perícia de condução, em Queluz.

andardemoto.pt @ 7-5-2018 17:50:05

Em 2017 morreram 118 pessoas em acidentes rodoviários com veículos de 2 rodas a motor. Se as condições rodoviárias são bastante deficitárias para a prática do motociclismo, tendo em conta o degradado estado das vias e das bermas, a ineficiente sinalização e a manifesta falta de preparação dos condutores dos automóveis, também é certo que muitos motociclistas não possuem a preparação necessária para enfrentar o trânsito com segurança.

A falta de prática e a má formação proporcionada nas escolas de condução, aliadas à condução de veículos muitas vezes mais potentes do que seria recomendado para quem não tem experiência, não garantem, na maior parte das vezes, a habilidade necessária para evitar um acidente.

A prová-lo está o facto de a maioria dos acidentes fatais com condutores de veículos de 2 rodas registados em 2017, ano em que também se registou uma sinistralidade acentuada generalizada, ter envolvido um excesso significativo de motociclistas com idades entre os 40 e os 50 anos, como prova o relatório da da ANSR (clique aqui para ver), que revela que das 87 vítimas mortais com motociclos, 27 estão nessa faixa etária, que no ano anterior apenas tinha registado 7 vítimas.

Por isso a GNR, no quartel de Queluz, onde funciona a sua escola de condução, está a promover uma acção prática realizada por militares especialistas em segurança rodoviária e em condução defensiva de veículos motorizados de duas rodas, na qual os motociclistas participantes são convidados a presenciar e a repetir, dentro de um circuito específico nas instalações da Escola da Guarda, exercícios de treino de comportamentos que podem evitar acidentes.


Uma parte inicial, onde o Ten. Cor. Frota lança o mote esclarecedor: "Sejam pacientes na estrada para não serem pacientes no hospital", é acompanhada pela apresentação de uma série de pequenos esquemas e vídeos que ilustraram alguns dos problemas rodoviários causadores da sinistralidade.

São basicamente ensinamentos de segurança rodoviária e de perícia de condução, apreendidos primeiro numa sessão teórica, nomeadamente: posição de condução, segurança ativa e passiva, travagem de emergência e trajetórias de segurança, e exercícios de equilíbrio praticados num ambiente seguro, com o acompanhamento dos militares da Escola da Guarda e da Unidade Nacional de Trânsito.

Diversos grupos de motociclistas, motoclubes ou independentes, já puderam usufruir gratuitamente e em ambiente bastante descontraído, dos ensinamentos do grupo de instrutores de condução de motociclos liderado pelo Cabo Domingos Simões.

No passado Sábado, dia 5 de Maio de 2018, o andardemoto.pt teve a oportunidade de estar presente e assistir a toda a acção de formação, que desta feita contou também com a presença e intervenção esclarecedora do Comandante Operacional da GNR, o major-general Rui Clero, e do comandante da Unidade Nacional de Trânsito da Guarda Nacional Republicana (GNR), o tenente-coronel Lourenço da Silva.


Novas sessões práticas e gratuitas, que inclusivamente dão direito a um diploma de participação, serão brevemente anunciadas, em datas ainda a definir, podendo entretanto os interessados inscreverem-se através do seguinte endereço de e-mail: unt.soirp@gnr.pt.

Veja as imagens

andardemoto.pt @ 7-5-2018 17:50:05