BMW HP4 Race (protótipo) apresentado na EICMA

Stephan Schaller, o Presidente da BMW Motorrad apresentou em Milão a mais exclusiva BMW de sempre, que irá chegar ao mercado em 2017

A BMW HP4 Race tem por base de desenvolvimento a super-desportiva S1000RR. Mas é ainda um protótipo cujo quadro, sub-quadro, jantes e carenagens são fabricados em fibra de carbono, que lhe conferem um peso que deverá rondar os 160kg. 

Stephan Schaller foi parco a dar informações relativamente a esta moto que ainda está em desenvolvimento. Inclusivamente disse à imprensa, durante a apresentação na EICMA, que não responderia a qualquer pergunta sobre a moto, e que o que ia mostrar era apenas um vislumbre do projecto.

Pouco ou nada adiantou no que respeita ao motor, mas muito provavelmente a HP4 Race será equipada com o mesmo tetracilíndrico que é utilizado na S1000RR, que debita cerca de 200cv, mas que irá “respirar” por um sistema de escape Akrapovic EVO fabricado em titânio. As suspensões são Ohlins com especificações WSB, tal como os travões fabricados pela Brembo.

Christian Gonschor, o líder do projecto da HP4 Race declarou que esta moto representa um grande avanço na tecnologia de construção com fibras compósitas, seja no quadro, onde a tecnologia permite jogar com diversas variáveis geométricas como a resistência e a flexibilidade, mas sobretudo no que respeita ao fabrico das jantes.

Gonschor afirma que a BMW desenvolveu várias técnicas inovadoras e registou várias patentes que permitem que, quando as peças em carbono saem do respectivo molde, estão prontas para serem utilizadas, não apresentando variações significativas entre elas, tal como se fossem fabricadas em alumínio, mas com as devidas vantagens.

O método de produção em série foi altamente simplificado, e garante grande precisão nas medidas, sem as variações típicas do processo manual. Tem na sua génese a experiência granjeada pela divisão automóvel da BMW que já utiliza este tipo de técnicas na construção dos modelos i3 e i8 que também necessitam de estruturas mais leves e mais fortes.

Disse ainda que a melhor forma de mostrar a sua eficácia e fiabilidade é instalar essas peças numa moto muito rápida e potente. Uma S1000RR quase que seria suficiente para testar esse material ao limite, mas uma verdadeira superbike não deixa qualquer margem para dúvidas, por isso a BMW está a desenvolver a HP4 Race.

Para além deste protótipo a BMW quer mostrar ao mundo que está pronta para produzir quadros em carbono para as suas motos, não apenas para os protótipos ou para máquinas exclusivas, mas também para as de produção em série.

A versão final da HP4 será apresentada na primeira metade de 2017, sendo uma versão limitada, destinada apenas a circuitos.

Nessa altura iremos saber se, pelo menos na ficha técnica, esta nova BMW vai ser páreo para a nova Ducati 1299 Superleggera (pode saber mais sobre ela seguindo clicando aqui).

Se dúvidas houvesse que a tecnologia da fibra de carbono está para dominar a construção dos produtos da marca bávara, elas desapareceram quando foi tornado público que a BMW adquiriu 49% do capital do SGL Group, companhia líder na produção de fibras de carbono e que recentemente inaugurou uma linha de produção em Portugal, no Lavradio, que representa um investimento de mais de 30 milhões de euros.

AdM @ 16-11-2016 12:00:00


Mais