OPINIÃO

Desejo e paixão, com ou sem razão

As marcas de motos que as pessoas mais gostam é um tema que cria em mim um enorme impulso para escrever muito, mas mesmo muito. Vou, no entanto, tentar resistir a essa tentação. Mesmo assim não prometo que não exagere, talvez porque estamos no mês de S. Valentim ou do Cupido, como preferirem. 

José dos Santos @ 2-2-2014 18:25:06

Nem sempre o que mais gostamos é aquilo que temos. É verdade que muitas vezes é coincidente o gosto e a posse ou usufruto, ou partilha, e até acontece haver situações em que passamos a gostar do que temos, excluindo em absoluto qualquer alternativa. É assim no amor, na amizade e na posse ou usufruto dos diversos bens ou serviços.

Vem isto a propósito da paixão pelas motos e do estudo a que nos referimos na semana passada, neste mesmo espaço de opinião. 

Desta vez vamos tentar fazer uma modesta análise sobre a opinião magnânima dos portugueses, de alguns portugueses. Apenas de alguns, porque os resultados que vamos analisar têm como base indivíduos residentes em Portugal, com 18 e mais anos, e que de algum modo convivem ou conviveram, relacionam-se ou relacionaram-se com motos. Por outras palavras, é um sub-universo do referido em nota de rodapé e que vamos traduzir da seguinte forma, sem grandes preciosismos técnicos: portugueses residentes em lares onde existe pelo menos um motociclo ou têm habilitação para conduzir moto, ou já conduziram motos. Enfim, pessoas que, por esta ou aquela razão, têm maior conhecimento destas queridas, as motos. 

O que se perguntou às pessoas foi quais as marcas de motos/scooters de que mais gostam

Também nesta questão, à semelhança do conhecimento de marcas, foram separadas a primeira marca referida (1ª Referência) da segunda e terceira. 

Permitam-me a seguinte terminologia: as marcas referidas em primeiro lugar são as mais desejadas, talvez as mais amadas, embora na minha opinião seja mais desejo do que amor

Depois de analisar os diversos temas abordados pelo estudo, posso adiantar que é dos poucos indicadores relativos a marcas de motos em que a Honda não ocupa o primeiro lugar (no caso da 1ª Ref.). Mas vamos ver a imagem gráfica e já tecemos algumas considerações. 


Top 15 - As mais desejadas

Top 15 - As mais desejadas

Pois é, parece que no início de 2012, quando foi realizado o estudo, a BMW era a mais desejada. É de destacar também o resultado da 1ª Referência para a Harley-Davidson, Ducati e Aprilia, embora como vamos ver na imagem seguinte, quando acrescentamos a 2ª e 3ª Referência sejam ultrapassadas por outras marcas. 


Top 15 - Desejo e paixão

Top 15 - Desejo e paixão

Cá está, a seguir ao desejo impulsivo vem o desejo do segundo e terceiro dia (leia-se 2ª e 3ª referencia), mas, em todo caso, muita, mas mesmo muita paixão.

A Honda remete a BMW para o segundo patamar do pódio e a Yamaha retira do pódio a Harley Davidson, que está agora em 4º lugar. A Kawasaki sobe um lugar, trocando com a Ducati, e a Suzuki vem de 9º para 7º enquanto a Aprilia faz o movimento contrário, descendo de 7º para 10º lugar.

Todos nós sabemos que estas coisas do coração não são fáceis de entender, mas há sempre uma razão, mesmo que a própria razão a desconheça (adaptação livre do que o poeta escreveu). Para facilitar a leitura das diversas intensidades do desejo e da paixão, vejamos uma representação gráfica com os dois indicadores lado a lado. 

Top 15 - Comparação entre 1ª e 1ª, 2ª e 3ª referência

Top 15 - Comparação entre 1ª e 1ª, 2ª e 3ª referência

Porque conheço o estudo na totalidade, sublinho, para além do que já referi, os resultados da BMW, Harley-Davidson, Kawasaki, Ducati e Vespa no que toca ao desejo comparativamente a outros aspectos analisados por este trabalho de pesquisa.

A Suzuki, KTM e Triumph, mais modestas na 1ª Referência, ganham no conjunto das respostas relevância pelas referências obtidas em 2º e 3º lugar.

E assim é o top 15 do desejo e paixão, também com a Piaggio, MV Augusta, Peugeot e Husqvarna. 

Boa viagem a andar de moto e até para a semana, se continuarem a permitir-me vir ao vosso encontro, sem dia nem hora marcada. 

Provavelmente para falar de aspectos mais comandados pela razão e menos pelo coração.

Ver também: Motos: as marcas que mais marcam a nossa mente e Motos: quais são as melhores marcas


Nota: Estudo realizado no início de 2012. Universo: o universo é constituído pelos indivíduos residentes em Portugal, com 18 e mais anos e utilizadores frequentes de internet. Amostra: a amostra do estudo é de 1.091 entrevistas válidas e representativa do universo referido. 

José dos Santos @ 2-2-2014 18:25:06



Últimas notícias