Mundial Superbike - Teste de Jerez reconfirma Rea

Um punhado de pilotos de Superbike testaram em Jerez, permitindo uma comparação direta das novas Kawasaki, Ducati e Yamaha.

andardemoto.pt @ 28-11-2018 17:54:05

Oito pilotos de Superbike partilharam o Circuito de Jerez para dois dias de testes e trabalho nas afinações das novas motos ara 2019. Após mais de 600 voltas ao circuito de 4,2 Km, Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team) afirmou-se, de novo, como o mais rápido. Achando a moto já mais competitiva que a Nija de 2018, Rea averbou um tempo de 1.38.713, que não foi igualado. O seu novo colega de equipa Leon Haslam andou perto, mas ter destruído uma moto segunda-feira não ajudou, acabando mesmo assim por fazer 100 voltas e ficar em terceiro com 1.39.766.

Também presentes, os homens da Yamaha Pata não deram o seu tempo por perdido, já que Alex Lowes andou a rondar a segunda posição todo o dia e acabou a apenas 0,664s do tempo de Rea. Van den Mark, ainda a curar um pulso lesionado, ficou a 1,379 segundos.


A nova Panigale V4 mostrou-se competitiva e os seus pilotos a conseguirem uma habituação rápida: Alvaro Bautista sofreu duas quedas no segundo dia, e acabou o teste em quarto com um 1.39.845. Já Chaz Davies, ainda a braços com a lesão do ombro que o vem afetando, não foi tão rápido.

Outros presentes foram o novo campeão de Supersport Sandro Cortese, que como Marco Melandri andou a habituar-se à Yamaha R1, ou no caso de Cortese, a habituar-se a uma Superbike de todo.

Jerez dia 2, tempos oficiosos

Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team) 1.38.713

Alex Lowes (Pata Yamaha WorldSBK Team) 1.39.377 (+0.664)

Leon Haslam (Kawasaki Racing Team) 1.39.766 (+1.053)

Alvaro Bautista (Aruba.it Racing Ducati) 1.39.845 (+1.132)

Chaz Davies (Aruba.it Racing Ducati) 1.39.852 (+1.139)

Michael van der Mark (Pata Yamaha Team) 1.40.092 (+1.379)

Marco Melandri (GRT Yamaha Team) 1.40.235 (+1.522)

Sandro Cortese (GRT Yamaha Team) 1.40.592 (+1.879)

andardemoto.pt @ 28-11-2018 17:54:05