MotoE 2021 – Final de temporada inglório para André Pires

O piloto português viu-se impedido de participar na segunda corrida no Misano World Circuit Marco Simoncelli devido a lesão no ombro direito. Foi um final de temporada inglório para André Pires que se estreou na Taça do Mundo FIM MotoE em bom plano.

andardemoto.pt @ 20-9-2021 13:58:41

Integrado na estrutura da Avintia Esponsorama na Taça do Mundo FIM MotoE, André Pires fechou a sua temporada de estreia nesta que é a principal competição mundial dedicada às motos elétricas com a presença no Grande Prémio de São Marino.

O piloto de Vila Pouca de Aguiar terminou a primeira corrida das MotoE em Misano no 15º lugar, o que lhe permitiu somar, mais uma vez, um valioso ponto, continuando a enfrentar um processo de adaptação que nem sempre se revelou fácil.

Quando tudo fazia prever um final de temporada em pista lado a lado com os restantes pilotos da Taça do Mundo FIM MotoE, André Pires foi impedido de o fazer pela equipa médica que segue o paddock do Mundial de Velocidade. Fortes dores no ombro direito levaram André Pires a passar pelo centro médico do circuito, mas as dores e a sua intensidade eram tão fortes que os médicos colocaram o português da Avintia Esponsorama na lista dos pilotos indisponíveis.



Este foi um final de temporada inglório para André Pires, que certamente esperava somar mais pontos na segunda corrida do Grande Prémio de São Marino.

O piloto português reagiu desta forma a este fim de competição: “Não era desta forma que queria terminar o campeonato mas infelizmente uma lesão no ombro direito colocou-me fora da última corrida aqui em Misano. Ainda tentei ao máximo, mas depois da corrida de ontem senti dores que me levaram a ser visto pelo médico aqui no circuito e após os exames realizados não me consideraram apto para a corrida. Uma pena, pois queria agradecer a todos da melhor forma com esta última corrida. De qualquer das formas estou muito orgulhoso de toda esta época de MotoE, aprendi muito, evoluí ainda mais e sem a minha equipa e todo o apoio que me deram nada disto tinha sido possível”, comentou André Pires.

Numa temporada de estreia onde pautou a sua presença pela estabilidade exibicional e constante aprendizagem dos “truques” que são necessários para pilotar estas motos elétricas, e ainda descobrir novos circuitos onde nunca tinha competido, André Pires fechou a temporada 2021 da Taça do Mundo FIM MotoE na 17ª posição da classificação com 12 pontos somados.



Quanto ao vencedor desta Taça do Mundo FIM MotoE, tudo ficou decidido na segunda corrida em Misano.

Jordi Torres liderava a corrida na última volta e tinha o seu grande rival Dominique Aegerter logo atrás. O piloto que ganhasse a corrida seria vencedor desta competição de motos elétricas, o que levou Aegerter a tentar uma derradeira manobra de passar Torres e assim bater o piloto espanhol na corrida ao título.

Já no último setor de Misano, no gancho à direita, Aegerter tentou uma travagem mais no limite e trajetória interior. O esforço levou a sua Energica Ego Corsa a derrapar de traseira e o contacto com Jordi Torres foi inevitável. Deste impacto, Dominique Aegerter saiu na frente enquanto Torres acabou por cair, conseguiu ainda levantar-se e terminar a corrida em 13º.

Mas a história ainda não tinha terminado!

Enquanto Dominique Aegerter festejava no paddock do traçado italiano a conquista do título de vencedor das MotoE, os Comissários de Corrida decidiram aplicar uma penalização de 38 segundos ao suíço por “condução irresponsável”. Com isso, Aegerter em vez de ser o vencedor da corrida e do troféu, acabou relegado para 12º na corrida, Matteo Ferrari declarado vencedor da corrida, e Jordi Torres, embora terminando atrás do seu rival em pista, conseguiu manter o título de campeão das MotoE pelo segundo ano consecutivo.

Nas contas da Taça do Mundo FIM MotoE ficou então Jordi Torres em primeiro com 97 pontos, Dominique Aegerter em segundo com 89 pontos, e o italiano Alessandro Zaccone fechou o “top 3” com 80 pontos. Conforme já referimos, André Pires com 12 pontos na temporada termina esta estreia nas MotoE em 17º.

andardemoto.pt @ 20-9-2021 13:58:41


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto