Moto3, 2022, Le Mans - Foggia dominante no TL2

O Italiano leva uma vantagem de 0,428s para sábado

Foi um bom dia para a equipa da Honda Leopard Racing, enquanto o líder do campeonato Sergio Garcia entrou no top 14 à justa

andardemoto.pt @ 13-5-2022 15:28:52 - Paulo Araújo

Dennis Foggia, da Honda Leopard Racing, começou de onde saiu na sessão da manhã com uma atuação dominante, assegurando as honras dos treinos livres de sexta-feira no Grand Prix de France em Le Mans.

O italiano registou as três voltas mais rápidas da sessão com um impressionante 1:41.680, deixando o rival Izan Guevara (Gaviota GASGAS Aspar Team) a 0,428s com o colega de equipa Tatsuki Suzuki em 3º.

A segunda sessão de Treinos Livres para a classe leve levou algum tempo a ganhar vida, com poucos a melhorar os seus tempos matinais cedo.

Carlos Tatay foi um desses, quando o piloto do CFMoto Racing PruestelGP fez uma primeira volta para ir para o topo da sessão e segundo na geral atrás de Foggia. A estratégia do antigo Campeão da Taça Rookies valeu a pena, uma vez que ele se senta confortavelmente em quarto lugar.

A posição de Foggia no topo da classificação combinada começou a ser ameaçada quando a grelha saiu para as suas corridas finais a menos de 10 minutos do final, com sectores vermelhos a aparecerem em todos os ecrãs de cronometragem.

O italiano mostrou então a sua classe a rodar três voltas que consolidaram a sua posição, e deixaram todos os outros a lutar por um valioso lugar no Q2.

Jaume Masia (KTM Red Bull Ajo), Andrea Migno (Rivacold Snipers Team), Elia Bartolini (QJMOTOR Avintia Racing Team) e Ryusei Yamanaka (MT Helmets - MSI) estão todos confortavelmente entre os lugares provisórios do Q2, após o final das suas sessões.

A eles juntam-se Riccardo Rossi (SIC58 Squadra Corse) e Ayumu Sasaki (Sterilgarda Husqvarna Max) nos 10 primeiros lugares, mas vários outros irão olhar por cima do ombro no TL3 amanhã.



O líder do campeonato Sergio Garcia (Gaviota GASGAS Aspar Team) não conseguiu a melhor das largadas, caindo na Curva 10 na sua volta de saída, e não conseguiu encontrar o ritmo necessário para se entrar para o top 14.

Está logo atrás de Daniel Holgado e Deniz Öncü (KTM Red Bull Ajo), Diogo Moreira (MT Capacetes - MSI) e Xavier Artigas (CFMoto Racing PruestelGP) e o espanhol terá de sair a voar no sábado de manhã.

Garcia também não foi o único a cair, com Moreira também a cair mais cedo, como fez Öncü na Curva 8. Todos estão bem. Gerard Riu (Rivacold Snipers Team) teve de ser levado para o centro médico após um acidente simultâneo mas separado com Taiyo Furusato (Honda Team Asia), mas desde então foi declarado apto.

andardemoto.pt @ 13-5-2022 15:28:52 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP