SBK – Rea arranca fim de semana em Imola de forma dominadora

Jonathan Rea e a Kawasaki têm razões para sorrir depois do tetracampeão mundial ter sido o mais veloz no circuito de Imola, onde este fim de semana se realiza mais uma ronda do Mundial Superbike. Alvaro Bautista está a sentir mais problemas do que o habitual, enquanto Eugene Laverty fraturou os pulsos e está fora de ação.

andardemoto.pt @ 10-5-2019 17:27:53

O Mundial Superbike está de regresso à ação, e o icónico circuito italiano de Imola será o palco de mais uma ronda deste campeonato. Com Alvaro Bautista a tentar manter-se imbatível, com o piloto da Aruba.it Ducati a tentar prolongar a série de 11 vitórias consecutivas mas a sentir dificuldades, o primeiro dia em Imola foi dominado por completo pelo tetracampeão Jonathan Rea.

O norte-irlandês da Kawasaki Racing Team liderou as duas sessões de treinos livres realizadas esta sexta feira, mas Rea precisou de esperar até à última volta da FP2 para realizar a sua melhor volta em 1m46.374s.

Depois de aproveitar grande parte da segunda sessão para testar a sua Kawasaki Ninja ZX-10RR em ritmo de corrida, principalmente ao nível do desgaste dos pneus Pirelli, Jonathan Rea finalmente decidiu montar pneus novos para fazer o seu ataque final ao topo da tabela de tempos. Depois de montar borrachas novas na sua moto, Rea finalmente conseguiu destronar o até então líder da tabela de tempos, o galês Chaz Davies.


Davies tem sido o melhor piloto da Aruba.it Ducati, algo pouco habitual esta temporada, pois Alvaro Bautista, o líder incontestado do Mundial Superbike, tem sentido bastantes dificuldades nesta sua visita a Imola. Chaz Davies finalmente parece estar adaptado à Panigale V4 R, e o segundo melhor tempo de hoje deixa-o com boas possibilidades de lutar pelas vitórias.

Se as 155 milésimas entre Jonathan Rea e Chaz Davies estão em linha com o que temos assistido noutras temporadas aqui em Imola, a verdade é que a surpresa, positiva, do dia foi a prestação do britânico Tom Sykes. O piloto da BMW Motorrad World SBK Team coloca-se na terceira posição na tabela de tempos, a pouco menos de quatro décimas de Jonathan Rea, o que se pode considerar surpreendente tendo em conta que, e ao contrário do previsto, a BMW Motorrad Motorsport não conseguiu entregar a Tom Sykes uma nova versão mais potente da S1000RR.

Para esta ronda de Imola os pilotos BMW Motorrad vão continuar a ter de usar a S1000RR ainda com o seu motor tetracilíndrico numa fase muito inicial do seu desenvolvimento. De acordo com as mais recentes informações, os técnicos da marca alemã apenas poderão entregar o motor numa versão “full SBK” na ronda espanhola a disputar em Jerez, pelo que Tom Sykes e Marcus Reiterberger terão de enfrentar os seus rivais em desvantagem.


Quanto a Alvaro Bautista, e conforme já referimos, este início de fim de semana em Imola não está a ser o melhor para o piloto espanhol desde que chegou, e dominou, o Mundial Superbike. A sua Panigale V4 R tem-se mostrado bastante instável, em particular no último setor de Imola, com Bautista a ter de salvar quedas em mais do que uma ocasião. Ainda assim, o 4º melhor tempo de hoje não deixa o líder do campeonato muito longe de Jonathan Rea, e teremos de esperar pelas qualificações para perceber se o piloto da Ducati consegue melhorar o seu ritmo e lutar pela Superpole e depois pelas vitórias.

O primeiro dia de ação em Imola foi no entanto atribulado para alguns pilotos, nomeadamente para Eugene Laverty. O piloto irlandês da GoEleven Ducati sofreu uma queda quando tinha cumprido apenas 3 voltas a Imola na primeira sessão da manhã. Na saída da curva Acqua Minerali, Laverty sofreu um “highside” violento que resultou em dois pulsos partidos.

O piloto vai agora viajar para Barcelona para ser avaliado pelo experiente Dr. Mir, para perceber a extensão das lesões. Obviamente Eugene Laverty estará fora desta ronda de Imola, e veremos então depois da avaliação do Dr. Mir se o piloto da Go Eleven vai conseguir recuperar a tempo da ronda seguinte.

andardemoto.pt @ 10-5-2019 17:27:53