FCC TSR Honda vence em Oschersleben e título do FIM WEC decide-se em Suzuka

Emoção até ao fim no Mundial de Resistência FIM com o título a ficar em aberto até à última corrida da temporada nas 8 Horas de Suzuka. Na corrida em Oschersleben, também de 8 horas, os campeões em título FCC TSR Honda voltaram às vitórias mas é a SRC Kawasaki que sai da Alemanha na liderança do campeonato.

andardemoto.pt @ 11-6-2019 13:53:54

Já não teremos de esperar muito para descobrir quem será o grande vencedor do Mundial de Resistência FIM 2019, pois a última corrida da temporada, as míticas 8 Horas de Suzuka, realizam-se de 26 a 28 de julho, e todas as atenções dos fãs da resistência estão centradas em Suzuka para saber quem alcança o título de campeão.

E a verdade é que as contas do título ficaram bastante baralhadas depois das 8 Horas de Oschersleben, a penúltima ronda do ano que se realizou no passado fim de semana na Alemanha.

A vitória na corrida alemã ficou nas mãos dos atuais campeões, a FCC TSR Honda, que viram os principais rivais YART (Yamaha Austria Racing Team) desistir devido ao motor da YZF-R1 ter entregue a “alma ao criador” a cerca de hora e meia do final da corrida, com o motor da moto da YART a incendiar-se numa escapatória de Oschersleben.

Mas ainda antes do incêndio, a moto japonesa já tinha espalhado óleo na pista, e mesmo com os comissários alemães a reagirem prontamente, a Honda Endurance Racing não evitou passar por cima do óleo na pista e acabou por cair. A CBR1000RR Fireblade #111 conseguiu chegar à box onde foi reparada. Regressou à pista já bastante atrasada, mas os danos na moto japonesa eram demasiados e o abandono foi inevitável.


Com dois adversários fora de prova, a FCC TSR Honda ficou então com caminho livre para a segunda vitória da atual temporada. Os pilotos Josh Hook, Freddy Foray e Mike Di Meglio foram os responsáveis por levar a Honda à vitória nas 8 Horas de Oschersleben, e foram secundados no pódio pela SRC Kawasaki, equipa composta por Jérémy Guarnoni, David Checa e Erwan Nigon.

A SRC Kawasaki cruzou a meta com uma volta de atraso para os vencedores, mas isso não impediu a formação da Kawasaki de regressar à liderança da classificação do Mundial de Resistência FIM. Têm 132 pontos, mais cinco do que a Suzuki SERT que não teve sorte em Oschersleben, tendo sofrido duas quedas e terminado em décimo. A FCC TSR Honda estão agora em terceiro na tabela de pontos com 109 pontos na sua conta pessoal.

De destacar ainda na categoria EWC, a principal deste mundial, a prestação da equipa VRD Igol Pierret Expériences, composta por Florian Alt, Florian Marino e Xavier Simeon. Esta formação Yamaha terminou em terceiro a corrida alemã, um excelente resultado, quase uma vitória, pois estão pela primeira vez a competir na categoria EWC do Mundial de Resistência FIM e já conseguiram chegar ao pódio.


Título das Superstock decidido: a equipa Moto Ain Yamaha é a nova campeã!

Se o título da categoria EWC será decidido num “showdown” final nas 8 Horas de Suzuka, e onde tudo pode ainda acontecer, já o título da categoria Superstock ficou decidido nestas 8 Horas de Oschersleben.

A equipa Moto Ain Yamaha, composta por Roberto Rolfo, Robin Mulhauser e Stefan Hill, liderou a classificação das Superstock durante 204 das 303 voltas realizadas, e garantiu então o seu primeiro título na categoria.

Vídeo das últimas voltas das 8 Horas de Oschersleben

andardemoto.pt @ 11-6-2019 13:53:54