MotoGP Rep. Checa – Miguel Oliveira confiante no regresso depois das férias

O piloto português da Red Bull Tech3 KTM está mais confiante do que nunca nas suas capacidades neste ano de estreia em MotoGP. Em Brno, Miguel Oliveira espera manter a boa forma revelada em Sachsenring, enquanto Hervé Poncharal revela dados interessantes sobre a KTM.

andardemoto.pt @ 1-8-2019 15:00:14

Se é verdade que os pilotos de MotoGP mereceram inteiramente as suas férias de verão, também não deixa de ser verdade que nós, fãs da categoria rainha do Mundial de Velocidade, também já estávamos com saudades de ver os melhores pilotos do mundo a competir. Miguel Oliveira, o português que este ano se estreia em MotoGP, está também de regresso à ação, e as férias parecem ter dado ao jovem luso ainda mais motivação!

A ocupar a 18ª posição na classificação de MotoGP com 15 pontos somados, e a apenas um ponto do piloto de fábrica da KTM, Johann Zarco, Miguel Oliveira partiu para as férias de verão com boas sensações aos comandos da KTM RC16.


As novas peças fornecidas pela marca austríaca permitem ao português mostrar ainda melhor o seu potencial, e apesar do que aconteceu em Sachsenring, onde caiu nas voltas iniciais, mas acabou a corrida alemã a rodar nos melhores registos por volta apesar dos danos na sua moto, Miguel Oliveira revela, em antevisão ao Grande Prémio da República Checa, que está confiante para esta corrida e também para o que falta disputar do campeonato

“Depois da minha queda em Sachsenring, terminámos a primeira parte da época com um sabor agridoce, porque no fundo o último GP foi uma das nossas melhores corridas. Nesta segunda metade da época, queremos manter o mesmo nível de consistência e velocidade que demonstrámos ter na Alemanha. O nosso objetivo é fazermos uma segunda parte ainda melhor e alcançar já um bom resultado em Brno. Gosto muito deste circuito e a equipa tem muita informação dos testes que já aqui foram feitos, portanto temos um ponto positivo a nosso favor para começarmos fortes desde sexta feira”.


E se o piloto está motivado e confiante, o mesmo se pode dizer de Hervé Poncharal.

O francês, diretor da Tech3, revela que “se recomeçarmos no mesmo nível em que estivemos na Alemanha – onde infelizmente o Miguel caiu – acredito que podemos ser muito competitivos. Também sei que a KTM realizou alguns testes com a equipa de testes e esperamos poder vir a ter uma moto ainda mais competitiva”.

Será que Poncharal apenas se está a referir a afinações na ciclística da KTM RC16? Ou estará o responsável da equipa Red Bull KTM Tech3 já a pensar na chegada de novos materiais e componentes para as motos da sua equipa?

Se assim for, novos materiais e peças fornecidas pela KTM, e tendo em conta o que vimos acontecer quando Miguel Oliveira passou a ter à disposição o novo braço oscilante totalmente fabricado em fibra de carbono, podemos vir a ter o português ainda mais competitivo nesta segunda metade do campeonato, possivelmente com o Top 10 como objetivo.

Quer saber quando é que o Miguel Oliveira vai estar em pista? Clique aqui para ver os horários completos do Grande Prémio da República Checa.

andardemoto.pt @ 1-8-2019 15:00:14


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto