Título máximo do Supercross decide-se na última jornada

Paulo Alberto voltou a vencer no Campeonato Nacional de Supercross e aproxima-se da liderança de Sandro Peixe depois da quarta ronda da temporada em Fafe. Na categoria SX2 o piloto Diogo Graça sagrou-se campeão.

andardemoto.pt @ 13-8-2019 17:30:00 - Texto: Bruno Gomes | Fotos: Luis Duarte

Após a quarta ronda da temporada, realizada em Fafe, o Campeonato Nacional de Supercross está então muito perto do seu final, e para já com um campeão encontrado. Diogo Graça conquistou o ceptro da categoria SX2 ao permanecer invicto na categoria, enquanto na categoria maior Elite a luta pelo título está mais renhida do que nunca!

Nesta quarta ronda do ano de Supercross, o grande destaque foi Paulo Alberto. O piloto da Yamaha decidiu competir no nacional apenas na segunda ronda do ano, mas desde então somou por vitórias todas as corridas realizadas, e encontra-se a apenas 10 pontos do líder da classificação Sandro Peixe (Suzuki).

A pista de Arões perto de Fafe recebeu pela 18ª vez a caravana do campeonato e como é hábito viveu-se uma intensa noite de supercross onde o melhor foi pela terceira vez consecutiva Paulo Alberto, que continua a perseguir o título na categoria.


Depois de ter sido o mais rápido na Flying Lap ao bater Adam Chatfield e Sandro Peixe, Alberto viu Sandro Peixe ser o mais rápido na fase inicial da primeira final da noite, mas na quarta volta assumiu o comando do pelotão e foi sempre na frente que fechou as 19 voltas realizadas aos 600 metros da pista minhota mesmo depois de ver o motor da sua moto 'calar-se' a duas voltas do final da corrida.

Sandro Peixe recuperou nesse momento mas foi segundo na linha de meta face a Diogo Graça que levou a melhor sobre Chatfield num duelo decidido apenas no derradeiro par de voltas. Renato Silva foi o quinto e fechou o lote de pilotos que terminaram na mesma volta do vencedor.

Na segunda corrida da noite a classificação final voltou a ser uma réplica da primeira, mas desta feita Paulo Alberto demorou mais tempo para ascender ao comando do pelotão, o qual 'agarrou' apenas na oitava volta, passando para a frente de Sandro Peixe que seria de novo segundo no cair da bandeira de xadrêz.

Diogo Graça voltou a bater Chatfield, ao qual retirou o lugar de pódio a cinco voltas do final, cabendo a Ricardo Freire a quinta posição final. Paulo Alberto aproximou-se assim um pouco mais do topo da classificação do campeonato, que será decidido apenas na noite do próximo Sábado na derradeira ronda do ano a realizar em Lustosa/Lousada.


A noite de Fafe consagrou já Diogo Graça como campeão nacional SX2 2019. Invicto na classe desde o arranque do ano, Graça pode assim discutir a classificação Elite no derradeiro confronto da temporada.

Nos Iniciados, Sandro Lobo, Afonso Gomes e Tomás Alves foram os três ocupantes do pódio depois de fecharem pela mesma ordem as duas corridas realizadas, sendo que Sandro Lobo replica a prestação de Diogo Graça e continua invicto na época 2019.

Tomás Santos, Fran Fernandez e Vasco Salgado foram os três primeiros em Infantis B, sendo igualmente invicto que Tomás Santos está no topo da classificação do campeonato e nos Infantis A é Leonardo Gaio que segue o mesmo 'guião' para manter a invencibilidade ao bater em ambas as corridas Guilherme Gomes e Inês Madanços.

O campeonato termina no próximo fim‑de‑semana em Lustosa/Lousada, na noite de todas as decisões do campeonato e que promete ser bem animada.

Galeria de fotos do Campeonato Nacional de Supercross – quarta ronda do ano em Fafe

andardemoto.pt @ 13-8-2019 17:30:00 - Texto: Bruno Gomes | Fotos: Luis Duarte