MotoGP Austrália – Miguel Oliveira começa em 20º depois de dificuldades com piso seco

Português da Red Bull KTM Tech3 teve um dia de altos e baixos no Grande Prémio da Austrália. Depois de uma primeira sessão com piso molhado, Miguel Oliveira sentiu muitas dificuldades quando o asfalto de Phillip Island secou. Quem não teve problemas com as condições foi Maverick Viñales que dominou por completo o primeiro dia de treinos.

andardemoto.pt @ 25-10-2019 09:45:13

Depois da boa performance no Grande Prémio do Japão, onde alcançou o 12º lugar e somou mais quatro pontos para a sua conta pessoal, Miguel Oliveira voltou à ação nas duas primeiras sessões de treinos livres do Grande Prémio da Austrália. Com boas expectativas de voltar a terminar perto do “Top 10”, o primeiro dia em Phillip Island foi de altos e baixos para o piloto português.

Na primeira sessão de treinos livres, com o piso de Phillip Island molhado devido à chuva que se prevê continuar a afetar a região ao longo dos próximos dias, Miguel Oliveira entrou da melhor forma, confiante, e o resultado (9º melhor tempo) deixava boas indicações de que o recruta da Red Bull KTM Tech3 está em Phillip Island numa boa fase da temporada e depois de recuperado da lesão no ombro.

Infelizmente o mesmo não aconteceu na segunda sessão de treinos livres, realizada com piso seco.


Aí, Miguel Oliveira automaticamente sentiu muitas dificuldades aos comandos da sua RC16, e o 20º tempo da sessão deixa-o nessa mesma posição na tabela de tempos combinados de MotoGP do primeiro dia do Grande Prémio da Austrália.

O português fez questão de destacar que “Tive boas sensações de manhã. Com condições de chuva senti-me muito confiante e a moto estava bem. De tarde, imediatamente senti dificuldades em encontrar as linhas e foi bastante difícil de pilotar a moto, por isso, agora com a equipa, teremos de encontrar a melhor solução que pudermos para melhorar amanhã, porque sinto que o nosso potencial é muito melhor do que isto e apenas necessitamos de trabalhar mais árduamente”.


Quanto ao topo da tabela de tempos de MotoGP, o primeiro dia do Grande Prémio da Austrália foi totalmente dominado pelo espanhol Maverick Viñales.

O piloto da Monster Energy Yamaha começa o fim-de-semana tal como tem feito noutros GP, ao ser o mais veloz nos treinos livres de sexta-feira. Indiferente às condições do asfalto, Viñales foi o mais veloz com piso molhado, e voltou a ser o mais veloz quando Phillip Island secou, batendo por quase meio segundo Andrea Dovizioso (Mission Winnow Ducati) e com Cal Crutchlow (LCR Castrol Honda) a ser o terceiro melhor.

De destacar neste primeiro dia a queda do “Rookie do Ano”. Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) sofreu um “highside” na primeira sessão, e nessa queda acabou por lesionar o seu pé que ficou com um hematoma bastante grande.

O piloto francês teve de tomar medicamentos para ajudar a suportar as dores, e ficou por isso impedido de participar na sessão da tarde. Em princípio Quartararo estará em condições de participar no que falta do Grande Prémio da Austrália, mas o próprio piloto, que tem sido um dos grandes destaques da temporada, já afirmou que não vai arriscar caso exista perigo de agravar a lesão.

andardemoto.pt @ 25-10-2019 09:45:13


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto