Alex bate Marc Marquez no quarto Grande Prémio Virtual

A quarta edição do Grande Prémio Virtual teve um final emocionante com Alex Marquez a bater o seu irmão Marc Marquez numa “drag race” até à linha de meta. No circuito de Misano assistimos ainda à estreia das elétricas MotoE, com vitória para Matteo Ferrari.

andardemoto.pt @ 17-5-2020 16:39:40

Enquanto os fãs do Mundial de Velocidade se vão preparando para o que pode o regresso da competição, a 19 de julho em Jerez, a Dorna continua a dar-nos a possibilidade de matar a saudade das corridas com os Grandes Prémios Virtuais.

Este quarto Grande Prémio Virtual teve como cenário o circuito Misaono World Circuit Marco Simoncelli. Desta feita competiram apenas as categorias MotoGP e as estreantes MotoE.

Em MotoGP, 11 pilotos aceitaram o desafio. Infelizmente sem a presença de Miguel Oliveira, que esteve em bom plano no Grande Prémio de Espanha Virtual, corrida anterior a esta. E quem decidiu que estava na altura de vencer uma corrida virtuai foi o francês Fabio Quartararo.



O piloto nascido em Nice fez a “pole position” e, tal como os rivais avisaram, esteve num nível superior. Logo no arranque da corrida de 9 voltas, Quartararo manteve a liderança, evitou os habituais contactos que causam quedas na primeira curva, e fugiu na liderança da corrida de MotoGP.

Mais atrás, e com diversas quedas em simultâneo a deixarem o pelotão fragmentado, Alex Marquez partia na perseguição ao jovem francês. Enquanto isso, Marc Marquez, adotando um estilo mais tranquilo, apostava na regularidade e evitava quedas.

Tudo parecia encaminhado para que Quartararo fosse o vencedor. Mas uma queda a três voltas do fim deixou-o atrás de Alex Marquez. Os dois entraram em despique direto, até que na entrada para a reta interior de Misano ambos foram ao chão.



Com isso Marc Marquez aproveitou e saltou para a liderança. Alex e Quartararo partiram então à “caça” do campeão de MotoGP. As últimas voltas foram de cortar a respiração. Quartararo voltou a cair, e foi ultrapassado por Valentino Rossi, que depois de muitos treinos na sua casa em Tavullia, mostrou estar já ao nível dos melhores neste que foi o seu GP de casa.

Rossi cruzou mesmo a linha de meta em terceiro.

Quanto à vitória, Marc Marquez defendeu-se sempre dos ataques bem delineados por Alex Marquez. Mas na última curva o mais novo dos irmãos Marquez deu o tudo por tudo, travou no limite e colocou-se lado a lado com Marc.

A luta entre irmãos pela vitória resumiu-se então a uma “drag race” até à meta!

Com ambas as Honda RC213V a levantarem as rodas do asfalto de Misano em plena aceleração, acabou por ser Alex Marquez a levar a melhor e garantir a vitória. Foi a segunda vez que Alex venceu um GP Virtual, tornando-se assim no primeiro a bisar no lugar mais alto do pódio. Quanto a Marc Marquez, e apesar do bom esforço, teve de se contentar com o segundo lugar atrás do seu irmão e companheiro de equipa.


Quanto às MotoE, uma corrida que teve um total de 5 voltas e 9 pilotos em pista, a estreia das motos elétricas foi também bastante interessante.

O uivar agudo dos motores elétricos foi uma excelente surpresa, e o campeão em título da Taça do Mundo FIM MotoE, o italiano Matteo Ferrari, não deu qualquer hipótese aos seus adversários.

O brasileiro Eric Granado ainda tentou convencer Ferrari a abrandar o ritmo para poderem discutir a vitória na última volta, mas apesar de uma queda, a vantagem de Matteo Ferrari era tão grande que o campeão levou mesmo a vitória para casa nesta primeira corrida virtual das MotoE.

andardemoto.pt @ 17-5-2020 16:39:40

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto