Diogo Ventura abre Nacional de Enduro com vitória saborosa

O piloto da Beta mostrou-se mais forte do que a concorrência nas traiçoeiras areias de Vila Nova de Santo André. Diogo Ventura abre o Campeonato Nacional de Enduro com uma vitória saborosa, numa prova marcada pela enorme competitividade em todas as categorias.

andardemoto.pt @ 13-4-2021 09:35:42

O maior campeonato de enduro a nível nacional arrancou finalmente para mais uma temporada que promete ser emotiva até ao fim! A primeira ronda do ano 2021 realizou-se nos pisos de areia de Vila Nova de Santo André, e, como esperávamos, a competitividade proporcionou um espetáculo sem igual.

Com o “paddock” do Campeonato Nacional de Enduro sob vigilância e fortes medidas de segurança devido à pandemia, os cerca de 260 pilotos inscritos e respetivas equipas tiveram de cumprir com todas as regras impostas pela organização a cargo do Moto Sport. Máscaras faciais e ainda testes Covid-19 foram obrigatórios, assim como a ausência de fãs que dão um colorido especial ao Enduro nacional.

Diogo Ventura abriu a temporada com uma vitória bem saborosa. O piloto da Beta saltou para a liderança da ronda de abertura do Campeonato Nacional de Enduro logo na passagem pela segunda especial do dia, suplantando então Sebastian Bühler que tinha vencido a primeira especial.



Com Ventura a manter o mesmo nível elevado ao longo da prova, apenas Rui Gonçalves conseguia dar réplica ao piloto da Beta. Os dois foram dividindo as vitórias nas várias especiais desenhadas pelo clube Moto Sport, e no final ficaram separados por apenas 3 segundos!

Diogo Ventura acabou mesmo por ser o vencedor, sucedendo assim como o melhor nesta prova que nos três anos anteriores tinha como vencedores Luis Correia, Rui Gonçalves e também Hugo Basaúla. “No ano passado perdi a prova na última especial, agora não me deixei surpreender. Foi uma luta intensa com um adversário de respeito”, referiu Diogo Ventura após assegurar a primeira vitória do ano no CN Enduro.

De regresso ao campeonato, Luis Oliveira acusou a falta de ritmo competitivo mas fechou a prova num positivo terceiro posto final, na frente de Gonçalo Reis e Renato Silva. A corrida ficou ainda marcada por uma forte queda de Tomás Clemente, da qual resultou a fratura num braço para o piloto da Quinta do Conde.



Na classe Open a intensidade das lutas foi igualmente grande e após um dia de competição curtas oito centésimas de segundo separaram os dois primeiros em termos absolutos, sorrindo a vitória a Gonçalo Sobrosa face a Ricardo Damil, eles que venceram respetivamente as classes Open 1 e Open 2. Na terceira posição coletiva terminou Diogo Parente.

Nos Verdes o pódio final viu Vitor Queirós, Luis Cardoso e Bernardo Vots como os três primeiros classificados, com Queirós, Cardoso e Pedro Durães a serem os vencedores em Verdes 1, 2 e 3. Manuel Moura venceu nos Veteranos, Joana Gonçalves nas Senhoras e Bernardo Vots na Youth Cup. Paulo Miranda foi quem ocupou o topo do pódio nos Super Veteranos, João Rato na Promoção e João Bicha nos Hobby.

Para ficar a conhecer os resultados completos da ronda de Vila Nova de Santo André do Campeonato Nacional de Enduro 2021 clique aqui

A próxima prova do campeonato realiza-se no dia 2 de maio em Góis.

andardemoto.pt @ 13-4-2021 09:35:42


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto