SBK, 2022, Catalunha - Dupla para Bautista

Bate Rea na Superpole

Outro arranque relâmpago para Bautista viu-o liderar desde a Curva 1 e resistir à pressão dos dois pilotos da KRT para a sua segunda vitória em Barcelona este fim-de-semana  

andardemoto.pt @ 25-9-2022 11:35:21 - Paulo Araújo

A Corrida Tissot Superpole do Mundial de Superbike teve um início familiar como a Corrida 1 mas uma sensação muito diferente no Circuito de Barcelona-Catalunya, com Álvaro Bautista (Ducati Aruba) a conseguir a sua segunda vitória em solo nacional.

Bautista começou a corrida de 10 voltas a partir do quinto lugar, mas, como na Corrida 1 ontem, teve uma partida relâmpago para chegar à liderança antes da Curva 1.

A partir daí, conseguiu esticar a sua distância ao longo da corrida para vencer por mais de um segundo à frente de Jonathan Rea em segundo e Alex Lowes (ambos Kawasaki Racing) em terceiro.

Lowes estava em segundo até à Curva 1 na última volta, quando o seu companheiro de equipa o ultrapassou para limitar os danos de Bautista na classificação do Campeonato.

Bautista reclamou a sua 26ª vitória na carreira e a décima de 2022, com Rea a subir ao seu 233º pódio de carreira, enquanto o seu companheiro de equipa Lowes subiu para o seu primeiro pódio desde Donington Park.



Apesar de descer para décimo lugar com uma má partida, Toprak Razgatlioğlu (Yamaha Pata com Brixx) chegou ao quarto lugar após uma batalha com Michael Ruben Rinaldi (Ducati Aruba), com o Campeão reinante a passar Rinaldi na Curva 1 no início da Volta 5 pelo interior.

A eles juntar-se-á Philipp Oettl (Team Goeleven) na segunda fila depois de o estreante alemão ter ficado num sexto lugar melhor de carreira; Oettl foi um dos dois únicos pilotos a utilizar o pneu dianteiro "SCQ" da Pirelli, uma solução de desenvolvimento que só podia ser utilizada na sessão da Tissot Superpole e na corrida Superpole.

Xavi Vierge (Team HRC) subiu para reclamar o sétimo lugar na Corrida 2, com dois pilotos BMW a juntarem-se a ele na terceira fila.

Scott Redding (BMW Motorrad) vai alinhar a partir da oitava posição da Superpole Race, à frente de Loris Baz (Bonovo Action BMW) em nono.



Baz teve uma luta com Garrett Gerloff (GYTR Yamaha GRT), finalizador no pódio da Corrida 1, nas fases finais da corrida, com o par a trocar frequentemente de posições, mas Baz conseguiu aguentar por apenas 0,026s para partir da terceira linha na Corrida 2.

Houve drama na volta de abertura para os pilotos que começaram das duas filas da frente. Iker Lecuona (Team HRC) e Andrea Locatelli (Yamaha Pata com Brixx) tiveram um incidente na Curva 10, com Lecuona a retirar-se da corrida e Locatelli a baixar ao último lugar.

Lecuona vai, portanto, largar a Corrida 2 a partir do décimo lugar, com Locatelli em 11º lugar. Michael van der Mark (BMW Motorrad) retirou-se da corrida após um acidente na Curva 7 na Volta 8.

O holandês teve de cumprir uma Penalidade de Volta Longa na corrida por pilotagem irresponsável após uma colisão com Luca Bernardi (BARNI Spark Racing) na Corrida 1.

andardemoto.pt @ 25-9-2022 11:35:21 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto