SBK 2023 – Granado regressa à MIE Honda

Ao mesmo tempo que faz MotoE

O piloto brasileiro já teve uma participação pontual na Honda da filha de Moriwaki em 2020 e vai agora correr a tempo inteiro para a equipa na próxima época.  

andardemoto.pt @ 2-12-2022 14:40:56 - Paulo Araújo

O piloto brasileiro Eric Granado voltará ao Mundial Superbike para 2023 com a MIE Racing Honda, o mesmo equipamento com que estreou na campanha de 2020.

Granado tem experiência limitada de SBK do seu fim-de-semana único com a equipa, mas também tem competido no campeonato espanhol de Superbike, bem como brilhado em MotoE nas últimas temporadas, pelo que fará uma campanha dupla em 2023.

Granado está no Campeonato do Mundo MotoE desde 2019 e registou dez vitórias e 14 pódios nas suas 32 corridas na série elétrica e tem um melhor resultado de segundo lugar na classificação no final do Campeonato do Mundo em 2022.

Na temporada 2022, falhou por pouco o título para Dominique Aegerter e renovará a sua rivalidade com o piloto suíço na grelha das SBK, visto que está estará na equipa GYTR Yamaha GRT na próxima temporada.

Em 2021, Granado competiu no campeonato espanhol de Superbike e acabou quinto na classificação com cinco pódios.

A sua estreia nas SBK aconteceu um ano antes, no Estoril, quando marcou um ponto na sua estreia, terminando em 15º lugar na Corrida 1 com a Fireblade da MIE.

Antes disso, competiu no que era então o campeonato CEV Moto2, ganhando-o em 2017, enquanto também tem experiência dos campeonatos mundiais Moto2 e Moto3, fazendo a sua estreia em Moto2 em 2012 e em Moto3 um ano mais tarde.


Acerca do seu regresso à MIE Racing Honda Team para 2023, Granado disse: "Estou realmente muito feliz por correr a minha primeira temporada nas  Superbike em 2023. Antes de mais, gostaria de agradecer à Midori, à Honda e a todos os patrocinadores que me deram esta oportunidade. Há muito que o meu objectivo era chegar às Superbike. Ganhei quatro campeonatos brasileiros de Superbike e corri no campeonato espanhol de Superbike nas duas últimas temporadas. É uma categoria que conheço, embora obviamente o Campeonato Mundial se situe a um nível superior. Corri na MIE Racing Honda em 2020 em Portugal e gostei muito, gostei de ver como a equipa trabalhou e a Midori fez-me sentir realmente bem-vindo na equipa.”
“Espero que os fãs brasileiros me apoiem, já passaram tantos anos desde que um piloto brasileiro correu no Campeonato do Mundo e eu espero representar o meu país no seu melhor".Midori Moriwaki acrescentou: "Estou absolutamente encantada por receber Eric no Team MIE Racing Honda. Tivemos a oportunidade de trabalhar com Eric quando terminou entre os 15 primeiros na corrida 1 no Estoril e perto da zona dos pontos na corrida 2, o que foi realmente impressionante. O talento que demonstrou, a sua velocidade, profissionalismo, e não menos importante a sua atitude, são valores chave para mim e penso que se encaixará perfeitamente na estrutura da Honda Team MIE.”

Lembrar que a América do Sul tem uma história rica nas SBK. O colombiano Yonny Hernandez pontuou na sua única campanha nas SBK em 2018, enquanto recentemente houve pilotos da Argentina e do Chile.

Leandro 'Tati' Mercado, que está a deixar a MIE Racing Honda Team, e Maximilian Scheib foram marcadores de pontos e acabaram entre os dez primeiros frequentemente ao longo das suas carreiras.

Granado espera seguir os passos de Alex Barros, o primeiro vencedor nas SBK do Brasil e da América do Sul.

Além disso, a Argentina recebeu a primeira ronda das SBK na América do Sul em 2018 e está preparada para receber a final de 2023.



andardemoto.pt @ 2-12-2022 14:40:56 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto