Basaúla azarado em jornada mundialista

G.P Portugal Motocross O Crossódromo Internacional de Águeda acolheu no passado fim-de-semana a ronda portuguesa do Mundial de Motocross 2012. Apesar de a chuva ter aparecido na tarde de sábado e manhã de domingo o circuito bairradino apresentava excelentes condições para a prática da modalidade, tendo os cerca de vinte mil visitantes aproveitado da melhor forma a passagem dos “melhores do Mundo” pelo nosso país.

andardemoto.pt @ 24-9-2012 10:50:43

G.P Portugal Motocross


O Crossódromo Internacional de Águeda acolheu no passado fim-de-semana a ronda portuguesa do Mundial de Motocross 2012. Apesar de a chuva ter aparecido na tarde de sábado e manhã de domingo o circuito bairradino apresentava excelentes condições para a prática da modalidade, tendo os cerca de vinte mil visitantes aproveitado da melhor forma a passagem dos “melhores do Mundo” pelo nosso país.

Hugo Basaúla garantiu presença em tão mediático evento como wild-card endereçado pela Federação Motociclismo de Portugal, contando ainda com o forte apoio da sua equipa – MotoRace, Monster Energy, Polisport e de todos os patrocinadores que o acompanham esta época.

Durante o dia de sábado, Hugo Basaúla rodou bastante confiante e garantiu facilmente o apuramento para as mangas de domingo. “Estou bastante confiante para esta prova e a manga de qualificação foi prova disso. A chuva começou a cair e o piso ficou bastante pesado, no entanto mantive a minha toada e espero que amanha tenhamos sol – seria bom para pilotos e público”.

Já domingo e logo no inicio da primeira manga destinada à classe MX1, à passagem da terceira curva Basaúla sobre toque no meio do pelotão e é obrigado a sair de pista. Arrancando na cauda da corrida e já sem acompanhar os homens da frente, o piloto Monster Energy mantém o seu ritmo terminado na 23ª posição. À semelhança da primeira manga e apesar de sair bastante bem da grelha de partida, Hugo sofre novo contacto com outro piloto e acaba por cair. “Infelizmente o fim-de-semana não correu da melhor forma e nas duas mangas tive problemas na volta inicial, rodando depois na cauda do pelotão. Quando não saímos bem, torna-se bastante difícil acompanhar o "comboio" e a desmotivação apodera-se do nosso espírito. No entanto esta etapa servia para absorver experiências e uma forma bastante agradável de dar retorno aos sponsors. Quero desde já agradecer à minha equipa que tem sido incansável, à Polisport, à Monster Energy que garantiram a minha presença em Águeda e a todos os fãs que me "mimaram" ao longo dos três dias. A todos, o meu sincero Obrigado”.

Hugo Basaúla apesar dos azares que o perseguiram nesta jornada internacional conseguiu absorver bastante experiência e em conjunto com a sua equipa efectuaram alterações ao nível da mota, essenciais para provas futuras. Já no próximo fim-de-semana a MotoRace/Valvoline rumará até à Moçarria para disputar a penúltima ronda do Campeonato Nacional de Motocross.

Fonte: Evo Pres

andardemoto.pt @ 24-9-2012 10:50:43