Um bom ano para o motociclismo

Vendas de motos 2017

Em 2017 as marcas dos veículos de duas rodas tiveram um ano vibrante de vendas com uma variação geral de 24,7 por cento acima do ano anterior, de acordo com os dados publicados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP). 

andardemoto.pt @ 26-1-2018 19:32:17

Neste mercado, a liderança de vendas esteve na categoria dos veículos com cilindrada entre os 50 e os 125 cm3, que com 14 514 unidades vendidas conquistou 52 por cento de quota. O segundo segmento e com forte dinâmica de crescimento foi nos veículos com mais de 125 cm3, que registou um acréscimo de 37 por cento sobre o ano de 2016, com base em 10 299 unidades comercializadas. Completando este mercado os ciclomotores com cilindradas de 50 cm3 ou inferior, obtiveram uma quota de 11% isto para um total de 3 091 unidades.

Na observação detalhada da performance das marcas, verifica-se que a HONDA liderou as vendas em geral (soma dos três segmentos) com 8 034 unidades, correspondendo a 28,8 por cento do mercado. Na segunda posição surge a YAMAHA, com 3745 unidades uma quota de 13,4%. Em terceiro lugar surge a KEEWAY com 12,3 por cento de quotas e 3442 unidades seguida da SYM com 2311 unidades e 8,3% de quota. Já na quinta posição surge a BMW com 1503 unidade (5,4%) seguida pela PIAGGIO com 4% e 1129 veículos. Em sétimo e oitava lugar colocaram-se a BENELLI e a KAWASAKI com 3,5 e 3,4 por cento respetivamente. O TOP 10 de vendas em geral fecha com a KYMCO e a KTM, com 2,5% e 2,4% do mercado total.

Mas vamos ver para cada um dos segmentos baseados nas categorias de cilindradas como é que as marcas se balancearam em 2017.


Segmento mercado motociclos até 50 cm3

Neste segmento registam-se um total de 27 marcas ativas em 2017, seguindo um critério de vendas de pelo menos três unidades, a marca líder foi a KEEWAY com 905 unidades (29,3% do segmento), seguida da SYM e KYMCO (27,2% e 10,3% do segmento). As três posições seguintes são ocupadas pela YAMAHA, PEUGEOT E PIAGGIO (8,7%, 5,1% e 5,1%). Nas duas posições seguintes surge a KENOS e a HONDA (2,8% e 2,2%), ficando o TOP 10 completo com a KSR MOTO (2,0%) e APRILIA (1,3%).

Neste conjunto dos 10 melhores, a marca com maior crescimento relativamente ao ano de 2016, foi a KSR MOTO com um acréscimo de 313% (62 unidades vendidas). Regista-se igualmente o crescimento da HONDA (+41%), KEEWAY (34,9%) e SYM (34,9%).

Este foi o segmento com a maior concentração de vendas nas dez primeiras marcas mais vendidas, com estas a representarem 94% do total de vendas do mercado.


Segmento mercado motociclos entre 51 e 125 cm3

Neste segmento, correntemente designado por “125”, a liderança nas vendas do ano foi para a HONDA com 5115 unidades e 35,2 por cento do segmento.

Na segunda posição surge a KEEWAY com 2490 unidades e 17,2 por cento, seguida da YAMAHA com 1789 veículos e 12,3%. Ainda com vendas acima de 1000 unidades surge a SYM com 9,2 por cento de quota no segmento (1331 unidades). A quinta posição é ocupada pela PIAGGIO com 753 unidades e um pouco mais de 5% das vendas das “125”.

Nas posições seguintes surgem a KYMCO, BENELLI E UM (2,7%, 2,3% e 1,9% respetivamente), fechando o TOP 10 com a KTM (1,6%) e DAELIM (1,2%).

Neste conjunto dos 10 melhores, a marca com maior crescimento relativamente ao ano de 2016, foi a BENELLI uma recém chegada ao mercado, tendo vendido no total do ano 334 unidades. Registam-se ainda o crescimento muito positivo da KTM com uma variação de 59,5% sobre as vendas do ano anterior, e a HONDA com uma variação de 30% relativamente às vendas de 2016. Neste conjunto de 10 marcas regista-se ainda que 9 das marcas aumentaram as suas vendas sobre o ano anterior.

Neste segmento estiveram ativas em 2017 um total de 46 marcas diferentes (3 ou + unidades vendidas) e o conjunto das dez marcas com mais vendas representa 88,7% do segmento.

Segmento mercado motociclos acima de 125 cm3

Como já havíamos verificado este foi o segmento com maior dinâmica em 2017, com um crescimento total geral de 36,2 por cento e 10 299 unidades matriculadas.

A posição de liderança é ocupada pela HONDA (2850 unidades e 27,7% deste segmento), seguida da YAMAHA E BMW ((16,4% e 14,5%). Ainda a rondar as 1000 unidades vendidas surge a KAWASAKI com 8,7% do segmento. A fechar os cinco primeiros surge a BENELLI com 643 unidades e 6,2% de quota.

Neste segmento, todas as marcas no top 10 registaram crescimento de vendas sobre o ano anterior, com a HONDA, SUZUKI, HARLEY-DAVIDSON e TRIUMPH a cresceram 50% sobre as vendas de 2016.

A exemplo do que sucedeu no mercado das “125” também nas motos com mais de 125 cm3 a BENELLI registou o crescimento mais destacado com vendas de 402% acima de 2016. Ainda uma nota de registo para ROYAL ENFIELD com uma variação de 135,3% sobre o ano anterior neste segmento.

E com estas boas notícias sobre as vendas, vamos acompanhar a chegada, ao nosso mercado, das novidades em 2018, para vos dar a nossa opinião, sempre em primeira mão, detalhe e rigor, aqui no andardemoto.pt.

Numa versão compacta, veja em abaixo o vídeo com o essencial dos números de vendas das marcas de motos no ano de 2017. Deixem os vossos comentários e votos de um ótimo ano a andar de moto!

andardemoto.pt @ 26-1-2018 19:32:17


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews