Moto Guzzi V85 TT

Depois das Cafe Racer, das Scrambler e das Flat-Trackers, a Moto Guzzi apresenta a categoria Enduro Classico

andardemoto.pt @ 7-10-2018 19:01:19

É assim que a marca italiana define a sua nova V85 TT, recentemente apresentada em Colónia, no Salão Intermot: A primeira moto “Classic Enduro”.

Com quase um século de tradição na construção de motos míticas (a sua produção começou em 1921), a Moto Guzzi saca dos galões da tradição de design e tecnologia italianos para apresentar esta sua nova moto que vem preencher um vazio deixado pela Stelvio, uma das muitas vítimas da normativa Euro4.

Com a intenção de celebrar o seu primeiro centenário de existência (e produção contínua) com uma renovada gama de motos, a marca da águia começa por apresentar a V85TT como o resultado da sua experiência e mais pura tradição.


Esta é uma moto destinada a viajar e que evoca o espírito dos raides dos anos 80, reencarnado o espírito da V65TT de 1985 e da V75 TT de 1986, que participou no Paris-Dakar de 1986, tendo por isso herdado o charme e a emoção dessa mesma época nostálgica.

Mas com toda a tecnologia que encerra, a nova V85TT é uma moto perfeitamente utilizável, seja nas aventuras do  dia-a-dia, seja em viagens mais ou menos longas.

A fiabilidade, quase mítica desde a inesquecível conquista pela marca de 4 medalhas de ouro nos ISDE de 1939, na Áustria, é o grande argumento do novo motor em V a 90º, refrigerado por ar e de instalação transversal, como é típico da marca, exclusivo da V85TT.


Mas os seus dados de homologação ainda não foram revelados, e pouco mais se sabe além de que tem uma cilindrada de 850cc e que debita 80cv de potência máxima.

Sabe-se também que o quadro é completamente novo, desenhado tendo em conta aspectos fundamentais como o peso, a elasticidade, a ergonomia e a acessibilidade, mas ainda com a preocupação de deixar à mostra as beleza dos acabamentos do novo “V-Twin”.

O braço oscilante assimétrico é domindado por um amortecedor do tipo “monoshock”, e foi esculpido para de um lado absorver o veio de transmissão, e do outro deixar espaço livre para uma linha de escape o mais directa possível.

A suspensão foi toda ela concebida para garantir uma altura livre ao solo generosa, e um excelente conforto em qualquer tipo de piso, mesmo quando transporta passageiro.

andardemoto.pt @ 7-10-2018 19:01:19