Norton revela as novas 650cc - Atlas Nomad e Atlas Ranger

Uma nova gama da casa britânica que pretende conquistar o mercado das médias cilindradas.

andardemoto.pt @ 14-11-2018 23:28:33

Há cerca de um ano, a Norton anunciou os seus planos de desenvolvimento de um novo segmento de média cilindrada, cuja estrela seria um novo motor bicilindrico paralelo de 650cc de cilindrada (clique para ver mais).

Ausente do Salão de Milão de 2018, apesar de constar da lista dos expositores, a Norton revela agora duas novidades com que pretende conquistar uma fatia do mercado das médias cilindradas: a Atlas Nomad e a Atlas Ranger, que evocam os pergaminhos da Norton Atlas original, também ela dotada de um motor bicilindrico, e produzida entre 1962 e 1968, ano em que foi substituída pela Norton Commando.

Trata-se de uma estratégia de produção em massa a que até agora a companhia tinha resistido, já que a sua produção assentava exclusivamente em modelos “premium” de produção bastante limitada.


Segundo referido no comunicado de imprensa oficial, a produção em massa vai permitir conter custos e baixar o preço final das motos que partilham o mesmo motor e o mesmo quadro tubular em aço, diferindo sobretudo em pormenores estéticos e alguns componentes da ciclística.

O motor, consta que foi criado cortando ao meio o motor V4 da super-desportiva da marca, e realmente o curso dos pistões mantém os 82mm e apenas o diâmetro foi ligeiramente aumentado para perfazer a cubicagem referida.

A distribuição está a cargo de correntes que accionam as árvores de cames duplas que abrem 4 válvulas em cada cilindro. Injectores duplos e acelerador electrónico conseguem manter as emissões dentro da norma Euro4 e debitar uns impressionantes 84cv às 11.000rpm.

Na ciclística não passam despercebidas as maxilas de travão Brembo Monobloc utilizadas em ambas as versões, que também partilham o mesmo braço oscilante em alumínio, o depósito de combustível em fibra compósita, o assento e a iluminação integralmente em LED.

Ambas têm um peso a seco anunciado de 178kg, e estarão disponíveis cinco opções cromáticas (cinza, prata, vermelho, preto e branco).

Ainda não temos informação nem de preços nem da disponibilidade para o nosso país, mas a sua chegada prevista ao mercado será no final de 2019.


Norton Atlas Nomad

A Norton Atlas Nomad é a opção mais barata, estando previsto que será comercializada no Reino Unido por um preço ligeiramente inferior a 10.000 libras.

O seu estilo, mais urbano, conta com rodas de medidas 110/80-17 na frente e 180/55-17 atrás, e distingue-se facilmente da sua “gémea” pelo guarda lamas dianteiro bem encostado à roda.

A sua suspensão conta com uma forquilha invertida de 50mm de diâmetro e um amortecedor com reservatório remoto, ambos completamente reguláveis, e que proporcionam um curso de 150mm em ambos os eixos.

Norton Atlas Ranger

A versão Ranger da Norton Atlas tem um design de inspiração Scrambler, e distingue-se facilmente pelo guarda-lamas dianteiro elevado, pelo pequeno ecrã deflector e pela grelha de protecção do farol.

O seu preço será cerca de 2000 libras mais caro, e a grande diferença para a Nomad está no curso de suspensão, que é de 200mm, e nas medidas das rodas que calçam pneus 120/70 R19 na frente e 170/60-17 atrás. A sua distância entre eixos foi consequentemente alargada, sendo 3,4 centímetros mais comprida, para um valor final de 1470mm.

andardemoto.pt @ 14-11-2018 23:28:33