Honda anuncia sete novidades para 2021

Construtor nipónico apresentou nada menos do que sete novos modelos para os segmentos aventura, urbano e naked. Fique a conhecer as novas Honda PCX125, SH Mode 125, SH350i, CB125R, NC750X, X-ADV 750 e ainda a CB1000R que para 2021 estará disponível em variante “Black Edition”.

andardemoto.pt @ 10-11-2020 10:51:14

O maior fabricante mundial de motos não perdeu mais tempo e finalmente apresentou nada menos do que sete novidades para atacar o mercado das duas rodas em 2021. A gama cresce, em vários sentidos, e alguns dos modelos mais populares da Honda sofrem renovações bem interessantes.

Ao todo são sete as novidades agora apresentadas. Com a justificação da atualização para as normas Euro5, a marca japonesa aproveitou para dotar a PCX125, SH Mode 125, SH350i, CB125R, NC750X, X-ADV 750 e ainda a CB1000R de argumentos renovados para o próximo ano.

Uma ofensiva em grande escala por parte da Honda, e que assim renova a sua gama nos segmentos aventura, naked e também nas sempre populares motos urbanas.

Honda PCX125

Com o título de segunda scooter mais vendida na Europa em 2020, a PCX125 sofre uma nova atualização para enfrentar a concorrência cada vez mais forte em 2021. O motor quatro válvulas monocilíndrico eSP+ está ainda mais eficiente, e inclui a partir de agora o Honda Selectable Torque Control (HSTC).

O design da PCX renova-se profundamente, com um “look” ainda mais dinâmico e futurista, iluminação LED ainda mais marcada, e sempre a manter a característica luz traseira em forma de X.

O comportamento dinâmico foi também alvo de modificações. A nova PCX125 recebe um novo quadro em aço, mais leve, desenhado para maior agilidade. Para além disso a Honda instalou dois novos amortecedores e os pneus são de maior dimensão. Para os motociclistas que necessitam de espaço para arrumação e transporte de bagagem ou objetos, a nova Honda PCX125 conta com mais espaço debaixo do assento (30,4 litros) e para carregar o seu smartphone tem ainda uma ficha USB.

Honda SH Mode 125

Muito popular entre os motociclistas europeus, a scooter de roda alta SH Mode 125 é também alvo de modificações. Adota o mesmo motor monocilíndrico eSP+ da PCX, que fica instalado num novo quadro mais leve, em aço, o que promove uma maior agilidade. O grande destaque deste motor da SH Mode 125 vai para os consumos, com a Honda a anunciar 47,6 km / litro.

O espaço para o condutor é maior graças à plataforma plana que aumenta de área. Debaixo do assento existe mais espaço para arrumação, e o compartimento no avental dianteiro inclui uma imprescíndivel ficha USB. O design desta SH Mode 125 é também refrescado graças ao novo frontal, enquanto a ignição “keyless” e a iluminação em LED tornam esta Honda numa proposta “premium”.


Honda SH350i

Para o novo ano a scooter de roda alta SH300i cresce em ambições e de cilindrada. Em 2021 passa a ser conhecida como SH350i, fruto da utilização de um motor revisto. O eSP+ conta com melhorias na admissão e na refrigeração, pelo que a Honda garante que esta unidade motriz oferece à SH350i mais capacidade de aceleração.

Outras novidades nesta mais potente SH incluem painel de instrumentos LCD, design geral revisto e mais musculado, sistema de luzes de emergência, ficha USB e ignição “keyless”, para além do eficaz sistema HSTC que permite ajustar a intervenção do controlo de tração.


Honda CB125R

É a mais pequena das propostas que se inserem no conceito “Neo Sports Café”, mas nem por isso deixa de receber a atenção dos engenheiros da Honda. Para 2021 a pequena mas elegante CB125R recebe diversas alterações.

O motor monocilíndrico é atualizado e passa a disponibilizar um total de 15 cv (máximo para as 125 cc) e o binário cresce 1,2 Nm, com o condutor a usufruir agora de um motor mais cheio e capaz de enfrentar diversos cenários sem qualquer problema.

A ciclística da CB125R conta agora com a forquilha Showa SF-BPF. Esta é a primeira vez que uma 125 cc utiliza esta forquilha tão evoluída da Showa, o que nos permite antever um comportamento dinâmico ainda mais interessante numa moto onde os detalhes como a iluminação LED, o painel de instrumentos LCD ou o sistema de ABS que funciona em conjunto com uma unidade de medição de inércia fazem a diferença para as rivais.

Na travagem a nova CB125R destaca-se ainda pelo disco de travão dianteiro de 296 mm de diâmetro, mordido por uma pinça de fixação radial de quatro pistões.

Honda CB1000R e CB1000R Black Edition

É a mais potente e musculada das naked Neo Sports Café, e para 2021 aparece com um visual novo e melhorada a várias níveis. A CB1000R apresenta-se para o novo ano com um design que reforça ainda mais a atitude agressiva do conjunto, com todo o foco a centrar-se mais na dianteira da moto. A ótica mantém a sua aparência redonda, mas está agora mais inserida no conjunto.

As jantes de sete braços são de design totalmente novo, e complementam o “look” desportivo.

Para os condutores que gostam de novas tecnologias, a Honda instala na nova CB1000R um novo ecrã TFT de 5 polegadas. Esta novidade permitiu à marca japonesa utilizar nesta moto o sistema Smartphone Voice Control para que o condutor possa usufruir de uma ligação à moto sem limites, controlando as funcionalidades do smartphone por voz.

A gama CB1000R ganha em 2021 uma nova variante. A Black Edition conta com uma aparência personalizada graças à utilização de um esquema de cores Deep Graphite Black, máscara de farol dianteiro em preto, um pequeno ecrã dianteiro escurecido, para além de outros componentes que também recebem o acabamento em preto.


Honda NC750X

É uma das motos de maior sucesso da Honda, e por isso foi também alvo de modificações para 2021.


O motor bicilíndrico vê o limite máximo de rotações subir 600 rpm. Com isso a potência disponibilizada cresce também, sendo que a NC750X passa a disponibilizar 58,4 cv. A Honda complementa este aumento de performance com relações de caixa mais curtas nas três primeiras relações, sem esquecer que o conjunto perde 6 kg, o que irá contribuir para uma condução dinâmica mais vincada.

A transmissão DCT continua a contar com parâmetros de troca de caixa ligados aos modos de condução. No total são quatro modos de condução disponíveis, sendo que três são prédefinidos (Sport, Rain ou Standard) e um permite ao condutor ajustar alguns parâmetros da eletrónica.

Como sempre a NC750X destaca-se pela utilização de detalhes únicos. O espaço de arrumação central cresce para os 23 litros de capacidade, o ecrã frontal aumenta de dimensões para oferecer mais proteção aerodinâmica, o LCD a cores disponibiliza mais informação sobre o estado do veículo, enquanto o novo assento, 30 mm mais baixo, permite que até os condutores de estatura reduzida consigam sentir-se confortáveis e confiantes aos comandos da nova NC750X.

De referir ainda que esta Honda conta com controlo de tração HSTC ajustável, e que para 2021 permite que o condutor ajuste a intervenção de forma mais detalhada.

Honda X-ADV 750

Esta é aquela que podemos chamar de grande novidade dentro do “pacote” de sete novidades agora reveladas pela Honda. A scooter “crossover” ganha uma dimensão ainda mais robusta, um “look” mais agressivo.

A X-ADV 750 recebe muitos dos melhoramentos aplicados à NC750X. O motor bicilíndrico aumenta de performance para os 58,4 cv, as relações de caixa foram otimizadas (mais curtas nas três primeiras relações), o quadro foi redesenhado e todo o conjunto emagrece 3 kg.

Também o sistema DCT conta com novos parâmetros de funcionamento, permitindo ao condutor selecionar vários modos de acordo com as suas preferências ou necessidade do momento. Sem esquecer que a nova Honda X-ADV 750 disponibiliza controlo de tração HSTC ajustável.

O design desta maxiscooter foi também alvo de profunda renovação. A dianteira destaca-se pela utilização de duas óticas de grandes dimensões que dão uso a tecnologia LED, garantindo que a nova X-ADV tem uma aparência ainda mais robusta. Na dianteira encontramos ainda um vidro maior para proteção aerodinâmica maximizada, um porta-luvas novo de 1,2 litros de volume, enquanto debaixo do assento existe agora um espaço com 22 litros de volume e que inclui uma útil ficha USB.

Para que a X-ADV 750 se destaque ainda mais do que existe no mercado, a Honda instala como equipamento de série o sistema Smartphone Voice Control. Este sistema foi estreado na nova Forza 750 e agora usado nas novas CB1000R e X-ADV 750. Através deste sistema o condutor poderá controlar algumas funções do smartphone através de comandos por voz ou botões no punho esquerdo da moto. As informações do smartphone passam a estar visíveis no painel de instrumentos da X-ADV, que tal como noutros modelos, passa agora a ser um ecrã TFT a cores e de 5 polegadas.

Fique atento ao seu Andar de Moto pois em breve teremos todos os detalhes de cada uma destas sete novidades Honda para 2021. A não perder!

andardemoto.pt @ 10-11-2020 10:51:14


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews