Ducati Monster alcança as 350.000 unidades vendidas!

A família de maior sucesso da Ducati atinge um registo impressionante de 350.000 unidades vendidas em todo o mundo. Para assinalar a ocasião tão especial Claudio Domenicali entregou pessoalmente a Monster 1200 S “Black on Black” ao feliz proprietário.

andardemoto.pt @ 24-1-2021 09:30:00

Estamos em 2021 e a ocasião é bem especial, pois a Ducati acaba de assinalar a entrega de uma Monster 1200 S “Black on Black” ao seu feliz proprietário. Quando Sébastien François Yves Hervé De Rose adquiriu a sua Ducati Monster no concessionário da marca em Milão, provavelmente não estava à espera de receber a sua nova moto das mãos de Claudio Domenicali, CEO da Ducati.

Mas quis o destino que a Monster 1200 S “Black on Black” de Sébastien François fosse especial. Na realidade esta unidade em específico torna-se num marco histórico para a naked italiana, pois é a Monster número 350.000 a ser entregue em todo o mundo!

São 350.000 unidades da Monster que chegaram às estradas de todo o mundo desde que a naked italiana foi apresentada pela Ducati em 1992. Uma história plena de sucessos e que conquistou o coração de muitos motociclistas, que fazem questão de mostrar a sua paixão pela Monster, nas suas mais diversas variantes, com projetos de personalização fantásticos.



Para assinalar o momento tão especial para a gama Monster, Claudio Domenicali convidou Sébastien François para uma visita à fábrica de Borgo Panigale.

Nessa ocasião foi entregue a Monster 1200 S “Black on Black” ao seu novo proprietário, uma moto que recebeu uma atenção especial. Esta unidade conta com uma placa que a identifica como sendo a Monster nº 350.000, o respetivo certificado de autenticidade, e também um desenho da Monster assinado pelo designer Angelo Amato.

A Monster é a modelo mais vendido da Ducati de todos os tempos, bem como a moto que está há mais tempo na gama. A sua história começou em 1992 com a M900, quando a companhia teve a intuição de colocar na estrada uma Ducati com uma ciclística de Superbike, despida de carenagens e de todos os elementos que não eram estritamente necessários.



Ao longo de quase trinta anos, a Monster mudou, melhorou e evoluiu de um ponto de vista técnico e estético, mas sem nunca perder de vista o seu principal objetivo: ser uma moto divertida de conduzir por motociclistas de todo o mundo e inspirar novas gerações de entusiastas.

Da lendária Monster 600, que abriu as portas do mundo Ducati a muitos jovens motociclistas, à segunda geração com os modelos 696 e 1100, passando pelas versões de 4 válvulas, até às mais recentes 797, 821 e 1200, a Monster representa um extraordinário sucesso para a marca e para a companhia Ducati.

Mais recentemente a casa de Borgo Panigale apresentou aquela que poderemos considerar como a maior (e talvez mais controversa) renovação da Monster.

A nova Ducati Monster de 2021 abandona o quadro tubular em treliça e dá as boas-vindas a toda uma nova filosofia em termos de design e também de performance, onde a leveza e agilidade são os pontos fundamentais de uma moto que tenta manter-se o mais aproximada possível do conceito original de 1992.

andardemoto.pt @ 24-1-2021 09:30:00


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews