Aqui estão as novas MV Agusta Brutale e Dragster para 2021!

A marca italiana apresenta as renovadas tricilíndricas Brutale e Dragster para 2021. Fique a conhecer todos os detalhes que tornam estas MV Agusta tão especiais.

andardemoto.pt @ 11-2-2021 19:44:24

MV Agusta Brutale Rosso / Brutale RR / Brutale RR SCS


A gama Brutale 800 apresenta-se bastante renovada para enfrentar a forte concorrência no segmento naked. A MV Agusta aproveitou não só a oportunidade para atualizar o motor para cumprir com as normas Euro5, mas para também melhorar diversos aspetos e componentes da Brutale 800.

A gama continua a ser composta por três variantes: a Brutale Rosso, a Brutale RR e ainda a Brutale RR SCS, esta última com tecnologia Smart Clutch System, uma tecnologia que mantém o seletor de caixa permitindo ao condutor sentir a normal emoção de trocar de caixa numa moto, mas elimina a manete de embraiagem na totalidade.

O SCS controla a caixa de velocidades e embraiagem na totalidade, e assim o condutor não tem de se preocupar. Perfeito para ambientes urbanos. E claro, sendo uma MV Agusta, motos que se destacam pelo seu peso reduzido, a instalação do sistema na Brutale RR SCS adiciona apenas 36 gramas!


O motor tricilíndrico continua a ser o coração que bate fortemente no interior da Brutale 800. A marca italiana confirma que a unidade motriz é agora compatível com as normas Euro5, utiliza injetores de alta pressão ( 4 bar em vez de 3,5 bar) e redesenhou o sistema de escape, com destaque para as nova ponteira com saída tripla, sem esquecer as tuches com tratamento DLC e novo material de guias de válvulas para menor fricção a qualquer rotação.

Também para reduzir a fricção e permitir que o motor tricilíndrico suba de rotação mais rapidamente, a MV Agusta utiliza novos rolamentos para cambota, bielas e veio de equilibrio. Neste caso esta alteração também tem como objetivo melhorar a fiabilidade destes componentes.

Quanto a performance, a MV Agusta anuncia que no caso do três cilindros da Brutale Rosso a potência atinge os 112 cv, suficiente para levar a naked de Varese até aos 237 km/h de velocidade máxima, enquanto as variantes Brutale RR e Brutale RR SCS conseguem extrair dos 798 cc uma potência de 140 cv, passando a velocidade máxima para os 244 km/h.


A acompanhar o novo motor, as novas MV Agusta Brutale 800 contam com um chassis renovado e otimizado para o conforto.

As placas laterais em alumínio foram totalmente redesenhadas, oferecendo agora maior rigidez torsional e longitudinal. Ao mesmo tempo as suspensões sofrem uma otimização, com destaque para o “link” do amortecedor traseiro que garante maior progressividade, sendo que o próprio amortecedor tem uma nova mola. Na dianteira a forquilha recebe novas afinações para manter o conjunto equilibrado.

O pacote eletrónico aplicado às Brutale 800 é também ele bastante modificado em relação à geração anterior.

Tudo começa pela escolha de um novo fornecedor para a plataforma de medição de inércia. A MV Agusta recorreu aos especialistas e-Novia, com sede em Milão, que criaram uma IMU com parâmetros exclusivos para as Brutale 800. Dependendo da versão escolhida, a Rosso ou a RR / RR SCS, o condutor terá à sua disposição diversas opções eletrónicas.

A marca italiana afirma que a utilização desta plataforma de medição de inércia exclusiva permitiu redefinir a parametrização dos sistemas de controlo de tração e também do sistema de controlo “anti wheelie”. As novas Brutale 800 apresentam uma intervenção mais suave mas mais eficaz.


Simultâneamente a centralina Continental MK100 controla o ABS com função em curva, modulando a pressão nos travões de forma precisa e suave.

No caso da Brutale RR e Brutale RR SCS o pacote eletrónico conta com função “launch control” e ainda iluminação “Full LED” com a ótica dianteira a incluir iluminação em curva. Exclusivo para estas versões mais bem equipadas da Brutale encontramos o localizador Mobisat.

Comum a todas as três versões é o ecrã TFT a cores de 5,5 polegadas, que permite ligação ao smartphone e utilização da app MV Ride, com indicações de GPS no painel de instrumentos e possibilidade de ajustar os diferentes parâmetros da moto através do telemóvel. O “cruise control” soma valor ao equipamento de série, tal como o quicksfhit 3.0 que utiliza um novo tipo de sensor de carga para trocas de caixa ainda mais suaves e rápidas.


Galeria de fotos MV Agusta Brutale Rosso

Galeria de fotos MV Agusta Brutale RR

Galeria de fotos MV Agusta Brutale RR SCS

MV Agusta Dragster Rosso / Dragster RR / Dragster RR SCS / Dragster RR SCS RC


Sendo a versão mais extrema em termos de design e conceito da plataforma tricilíndrica 800 cc da MV Agusta, também as diferentes variantes Dragster recebem as mesmas melhorias que já referimos para as Brutale 800. Tanto a nível de motor, como de chassis ou eletrónica.

No entanto a gama Dragster adiciona uma variante bem especial: a Dragster RR SCS RC.

Esta é a versão mais exótica atualmente disponível para a gama, e fabricada tendo por base a experiência do Reparto Corse (departamento de competição) da MV Agusta no Mundial Moto2 e Mundial Superbike, mais precisamente na categoria Supersport.



Ao contrário das outras versões, a nova MV Agusta Dragster RR SCS RC é de produção muito limitada. Apenas 200 unidades serão fabricadas para todo o mundo, e a MV Agusta não fará seleção de quantidades para mercados específicos, pelo que se a sua intenção é ter uma moto verdadeiramente especial, então terá de ser o mais rápido a confirmar a sua compra!

Como características de destaque, e para além das cores e gráficos exclusivos derivados do mundo da competição, a Dragster RR SCS RC dá uso a um par de jantes em alumínio forjado (as Dragster RR e SCS usam jantes de raios). Mais leves, estas jantes otimizam a agilidade do conjunto, e estão pintadas de vermelho para mostrar o seu ADN “racing”.

Alguns componentes que dão forma à Dragster RR SCS RC são fabricados em fibra de carbono, não apenas para reduzir o peso mas também para completar o “look” premium, enquanto o kit Racing, de montagem opcional e para pista, leva a performance do motor “tre pistone” ao seu extremo, sendo que a potência declarada passa dos 140 cv para os 150 cv.

O kit Racing para a MV Agusta Dragster RR SCS RC inclui:

- Sistema de escape completo SC Project, em titânio
- Centralina com parâmetros otimizados
- Caixa para guardar o kit Racing
- Certificado de autenticidade da edição limitada

Galeria de fotos MV Agusta Dragster Rosso

Galeria de fotos MV Agusta Dragster RR

Galeria de fotos MV Agusta Dragster RR SCS