EICMA 2021 – Moto Guzzi V100 Mandello

O futuro da marca de Mandello del Lario foi apresentado no Salão de Milão EICMA 2021. Fique a conhecer todos os detalhes da nova Moto Guzzi V100 Mandello.

andardemoto.pt @ 24-11-2021 17:26:44

O Salão de Milão EICMA 2021 foi o cenário escolhido pela histórica casa de Mandello del Lario para nos mostrar a versão de produção do modelo que a marca italiana pretende que seja o ponto de partida para uma série de outros modelos no futuro próximo. A nova Moto Guzzi V100 Mandello foi criada no centenário do fabricante italiano, e prepara o caminho para outros 100 anos repletos de novidades.

A V100 Mandello, que estará disponível numa versão base e numa variante melhor equipada onde se destacam as suspensões eletrónicas semi-ativas, apenas uma das estreias absolutas num modelo Moto Guzzi, apresenta um design muito semelhante ao que a marca italiana já nos tinha revelado há algumas semanas e que o Andar de Moto aqui deu destaque.

O objetivo da Moto Guzzi e dos seus designers é sempre de destacar o icónico motor V-twin em posição transversal. E no caso da nova V100 Mandello o objetivo parece claramente atingido com sucesso, embora as carenagens aerodinâmicas desta novidade Guzzi sejam por si só um dos grandes destaques pela linguagem estilística que representa um novo paradigma sem negar o passado.


Isso fica patente na forma como o depósito de combustível parece abraçar e moldar-se às cabeças do motor bicilíndrico, mas também nos painéis debaixo do assento ou a carenagem dianteira. Todos estes elementos foram buscar inspiração a modelos do passado como a Le Mans de 1976 e a Le Mans 850 III de 1981.

Esta V100 Mandello é a primeira Moto Guzzi de sempre a utilizar aerodinâmica adaptativa, plataforma de medição de inércia de seis eixos, ABS com função “cornering”, suspensões eletrónicas semi-ativas ou ainda um valioso quickshift para trocas de caixa precisas e suaves.

Em estreia na Moto Guzzi V100 Mandello está também um novo motor. A marca denomina-o de “Compacta Block”. Mantém a tradição das Guzzi ao reter a configuração V-twin a 90 graus, que lhe confere um caráter bastante especial e diferenciado, para além de uma sonoridade típica.



O motor que equipa a V100 Mandello apresenta uma cilindrada de 1042 cc e a sua estrutura é 103 mm mais curta do que o “small block” usado na V85 TT. Isso, aliado à decisão de rodar as cabeças dos cilindros, com distribuição DOHC, 90 graus, permitiu à Moto Guzzi reposicionar muitos componentes, incluindo a admissão e o sistema de injeção de combustível. Desta forma atingiu-se uma posição de condução mais racional e confortável, considerada pela Moto Guzzi como “ideal” para uma moto com ADN de viajante.

Com uma embraiagem hidráulica, o novo motor da V100 Mandello destaca-se por usar refrigeração por líquido!

E todas estas novidades no V-twin de Mandello del Lario resultam numa performance assinalável para os padrões habituais da marca. A potência máxima é de 115 cv e o binário atinge no seu pico os 105 Nm, sendo de realçar que 90% deste binário fica disponível a partir das 3.500 rpm, enquanto o limitador de rotações entra em ação às 9.500 rpm.


Sendo a Moto Guzzi V100 Mandello uma moto pensada para viajar, a transmissão final é por veio instalado no monobraço oscilante em alumínio. Ao contrário de outras Moto Guzzi, neste caso o veio de transmissão está posicionado mais abaixo em relação ao motor, o que por sua vez permitiu à marca italiana eliminar as bielas no oscilante, reduzindo as reações do amortecedor durante os momentos de transferência de binário.

De acordo com a Moto Guzzi, o comportamento da V100 Mandello assemelha-se a uma moto com uma corrente em vez de veio de transmissão. Mas mantém todos os benefícios de utilizar esta solução, nomeadamente uma manutenção reduzida.

O quadro em tubos de aço foi desenvolvido para ser o mais compacto possível, maximizando a agilidade. De facto, a V100 Mandello apresenta uma distância entre eixos de apenas 1486 mm, o que será certamente um benefício em termos de resposta ágil do conjunto numa estrada de curvas.



Por outro lado, e tendo por base a ideia de que esta é uma moto para percorrer longas distâncias em total conforto, a Moto Guzzi instala um assento generoso e muito acolchoado, tanto para o condutor como para o passageiro. A posição de condução da V100 Mandello deixará o condutor ligeiramente descaído sobre o depósito, obrigando a adotar uma postura mais “ativa” e de maior domínio sobre o guiador elevado, controlando assim facilmente a direção.

Se o para-brisas ajustável eletricamente é já uma característica assinalável, a verdade é que a Moto Guzzi aplica à V100 Mandello todo o seu “know how” no que respeita às tecnologias mais inovadoras. Graças a um conjunto de apêndices aerodinâmicos ativos, o condutor desta turística italiana usufrui de uma maior proteção aerodinâmica.

Os defletores são controlados automaticamente e o ângulo de abertura dos mesmos é ajustado de acordo com a velocidade e o modo de condução selecionado. Na sua posição de abertura máxima, estes apêndices irão reduzir a pressão sobre o condutor na ordem dos 22%!


Este é apenas um dos sistemas incluídos no pacote eletrónico que torna a nova V100 Mandello na moto tecnologicamente mais avançada que a Moto Guzzi alguma vez fabricou para uso em estrada.

Graças a uma centralina Magneti Marelli 11MP e a uma plataforma de medição de inércia de seis eixos, a V100 Mandello coloca à disposição do condutor quatro modos de condução – Rain, Road, Sport e Travel – que ajustam as ajudas eletrónicas à condução como os três mapas de potência do motor, controlo de tração de 4 níveis, 3 níveis de efeito travão-motor, e ainda, na versão “premium”, ajustam os parâmetros de funcionamento das suspensões Öhlins Smart EC2.0.

Para além disto, a V100 Mandello apresenta ainda outros detalhes interessantes: painel de instrumentos TFT a cores de 5 polegadas, iluminação Full LED com luzes diurnas específicas, e iluminação em curva graças a um par de luzes extra.

Tal como referimos, a nova Moto Guzzi V100 Mandello estará disponível em duas versões de equipamento. No caso da versão que inclui mais equipamento de série, a marca italiana realça, para além das suspensões eletrónicas semi-ativas, os punhos aquecidos, quickshift e a plataforma multimédia Moto Guzzi MIA, para emparelhar o smartphone com a V100 Mandello e aceder a diferentes funcionalidades.

Galeria de fotos Moto Guzzi V100 Mandello

andardemoto.pt @ 24-11-2021 17:26:44


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews