Fábrica Rito - 75 Anos ao serviço da indústria

Sediada em Braga a empresa António Ferreira Rito & Filhos Lda.  é uma empresa familiar fundada em 1947 que tem uma longa história no reacondicionamento de motores

andardemoto.pt @ 8-9-2022 12:00:52

A Fábrica Rito iniciou actividade em 1947, dirigida por António Ferreira Rito e seus filhos António, Jorge, Fernando e Carlos. Actualmente as suas instalações ocupam uma área coberta de 2400m2 sendo uma das mais antigas empresas do tecido empresarial Bracarense, e acumula uma história interessante no motociclismo.

Em 1951, um dos primeiros grandes momentos da empresa foi o projeto e conceção de um motor bicilíndrico a 2 tempos, com 50 c.c. de cilindrada.

Esse motor participou em muitas provas de motociclismo tendo ganho bastantes prémios, sendo de salientar a vitória do 1º Grande Prémio do Norte de Portugal, disputado em Braga, no dia 15 de Junho de 1952.


Em 1960, com a aquisição de equipamentos especiais, deu início ao fabrico de pistões, camisas e engrenagens para veículos motorizados diversos.

Em 1966 inaugurou um novo centro de produção equipado com máquinas automáticas, permitindo iniciar um novo ciclo de vida da empresa: a produção em série. A construção de máquinas ferramentas especiais para seu próprio consumo e para comercialização foi sem dúvida um marco importante na afirmação da sua capacidade técnica.

Em 1980 foi adquirida a primeira máquina CNC, com o objetivo de aumentar a produtividade e a qualidade.

Em 1990 a empresa afirmou-se no exigente mercado Europeu com produtos de elevado valor acrescentado cuja exportação representa atualmente 60% da sua produção.

Em 1998 a montagem de um novo gabinete de metrologia, equipado com diversos instrumentos de precisão, assim como um ambiente climatizado, permitiu dar um passo enorme na qualidade dos seus produtos.


Em 2002 pensando no futuro, deu iniciação à implementação de um sistema da Qualidade, atingindo a certificação em Agosto 2002 (Norma da Qualidade NP EN ISO 9001). 

Em 2007 adquiriu máquinas CNC, equipadas com ferramentas motorizadas de última geração, assim como um sistema de informação, para a gestão da produção.

Em 2018 concluiu a transição para a Norma da Qualidade NP EN 9001:2015 e realizou um novo investimento em novas máquinas CNC para melhorar a produtividade e qualidade.

No portfólio de produtos constam peças para motociclismo (cambotas completas, bielas, conjuntos de transmissão, conjuntos de embraiagem), Pistões, Camisas de cilindro, Caixas de velocidades e engrenagens. Também presta serviços de desenvolvimento de produto e reacondicionamento de motores.

A experiência e know-how da Fábrica Rito no desenvolvimento e fabrico de peças de competição contribuiu para o sucesso de muitas equipas e pilotos na área do desporto motorizado (motociclismo e automobilismo) em Portugal e no estrangeiro.

Instalações de Ferreiros

Instalações de Ferreiros

O piloto Miguel Oliveira venceu em 2005 o V World Festival METRAKIT Cup aos comandos de uma moto espanhola METRAKIT, cujo motor, que  atingia regimes na ordem das 19.000 rpm, era equipado com cambota e biela fabricados na RITO. Neste evento que se realizou em Espanha, participaram 300 pilotos jovens de todo o mundo com motas METRAKIT todas iguais.

Da mesma forma, as caixas redutoras RITO devido á sua fiabilidade e desempenho, constituem componentes de veículos que alcançaram títulos nacionais e internacionais nas provas de montanha. As caixas de velocidades e autoblocantes RITO, por sua vez, contribuíram para títulos nacionais e internacionais nos Ralis, Todo o Terreno, Ralicross e Velocidade.

Escrevia o Jornal MOTOR a 20/02/2007 pg:26 “António Ferreira Rito & Filhos Lda, a Empresa dos Campeões”.

Em 2018 a terceira geração da família está empenhada em dar continuidade ao trabalho de sucesso dos seus familiares e fundadores na defesa do bom nome da marca RITO e em enaltecer o nome de Portugal no mercado interno e externo, prolongando assim o sucesso da empresa, fruto do trabalho de equipa de todos os colaboradores, fornecedores e clientes, sem os quais não teria sido possível alcançar 75 anos de existência.

andardemoto.pt @ 8-9-2022 12:00:52


Clique aqui para ver mais sobre: MotoNews