MotoGP, 2022, Japão - Miller vence, Oliveira 5º

Quartararo beneficia de queda de Bagnaia

Miller protagonizou uma vitória sensacional, quase de bandeira a bandeira, com as KTM atrás a terem sortes diferentes: Binder ascendeu a segundo sobre Martin, enquanto Oliveira desceu a um 5º que defendeu ferozmente até ao fim

andardemoto.pt @ 25-9-2022 08:33:19 - Paulo Araújo

Com o tempo seco a chegar a Motegi no dia da corrida, foi um arranque de sonho para as KTM, com Binder (33) à frente e Miguel Oliveira quarto atrás de Martin e Márquez.

Atrasado por uma Aprilia que não desenvolve, Aleix Espargaró era último depois de ter vindo à boxe trocar de moto, deixando cair uma no Pitlane no processo.

Ainda na primeira volta, Jorge Martin vai para a frente e Miguel Oliveira aguentava as cargas de Miller que passara Marc Márquez.

Uma volta depois, Miller passa mesmo Oliveira e um pouco atrás de Márquez vinha Maverick Viñales com Zarco e Quartararo apenas oitavo.

Miller tinha chegado à frente passando Jorge Martin e abriu um pequeníssimo intervalo para Binder e Oliveira agora 4º, enquanto atrás Aleix Espargaró  recuperava penosamente ainda fora dos pontos.

Pior ainda estavam Bagnaia e Bastianini, fora do top 10 em 11º 12º respetivamente.



Quartararo era passado por Marini e baixava ainda mais para nono enquanto Miguel Oliveira ia na outra direcção, passando Binder para o último lugar do pódio, com a escolha dos homens da frente a recair sobre Slicks duros frente e trás.

Miller fazia a volta mais rápida e o intervalo à frente para Binder e Oliveira erá ja de 0,7 segundos.

Zarco, tão à vontade no molhado, no seco baixava na ordem e era já apenas 13º, e tudo isto apenas nas primeiras cinco voltas.

Bagnaia ascendia, seguido de Bastianini e entrava no top 10 tentando incomodar Pol Espargaró para nono.

Miller fugia até a Martin, abrindo um intervalo de quase 1 segundo para o espanhol atrás de si, mas Oliveira aguentava obstinadamente terceiro à frente do resto do pelotão, cedendo a seguir terceiro a Binder de novo enquanto mais atrás Bastianini passava mesmo Bagnaia para 10º.


Oliveira (88) tinha agora Marc Márquez (93 mais acima) atrás de si e a queda de Nagashima da Honda trazia bandeiras amarelas no primeiro sector.

Antes do meio da corrida, a vantagem de Miller era já de quase 3 segundos e o resultado favorecia Quartararo, quatro lugares à frente de Bagnaia,  quando Bastianini passava finalmente Pol para nono.

Uma volta depois, a Suzuki de Tsuda aparecia em chamas, trazendo mais bandeiras amarelas no setor dois, enquanto Miller, implacável, rodava à frente nos 1:45.

A meio da corrida, ironicamente, os líderes do campeonato encontravam-se a lutar por oitavo com Quartararo, Bastianini e Bagnaia juntos em pista e logo à frente Marini a atacar Viñales para sexto.

Mais uma queda para Darryn Binder ajudava Aleix Espargaró a chegar a 19º na cauda do pelotão. À entrada da 15ª volta, Quartararo carregava violentamente para se tentar colar à Aprilia de Viñales e Alex Rins  vinha para a box para abandonar na última Suzuki em pista.


Binder, à frente de Oliveira, recebia um aviso limites da pista enquanto o português tentava assegurar a posição sobre Marc Márquez e tinha o oito vezes campeão já 4 décimas de segundo atrás, graças a um primeiro setor muito forte.

À frente, Jack Miller era um cronómetro de regularidade, levando já 5 segundos de vantagem sobre Martin à 18ª volta.

Tentasse o que tentasse, Quartararo não conseguir colar-se a Viñales para sair de oitavo, mas a posição dava-lhe vantagem pontual sobre Bagnaia, que já levara também um aviso de limites da pista.

Aleix Espargaró tinha agora DiGia pela frente e ainda não conseguira entrar nos pontos em 17º... Estamos nas últimas cinco voltas e Marc Márquez aproxima-se de Oliveira, com Bagnaia a mergulhar por dentro de Bastianini  para estar apenas um lugar abaixo de Quartararo em nono finalmente.

A três voltas para o final Marc Márquez cola-se e passa Miguel Oliveira enquanto Binder ataca Jorge Martin.

Pouco atrás, o Campeonato joga-se ao vivo com Bagnaia colado agora a Quartararo e Bastianini a seguir.

À entrada da última volta, Oliveira ainda não desistira de atacar Marc Márquez, Enquanto Binder passa mesmo Martin e Bagnaia, dramaticamente, cai tentando mostrar-se a Quartararo, que assim ganha grande vantagem.

Marini está envolvido na luta a 3 com Márquez e passa também Oliveira, mas Oliveira recupera salvando 5º enquanto Miller corta a meta radiante em cavalo...

andardemoto.pt @ 25-9-2022 08:33:19 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP