MotoGP, 2023, Malásia - Márquez domina o Sprint

Miguel 18º combatido

Alex Márquez venceu pela segunda vez esta época, de forma dominante, com Jorge Martin a levar a melhor sobre o rival pelo título Francesco Bagnaia.

andardemoto.pt @ 11-11-2023 09:05:33 - Paulo Araújo

Saído da pole, Bagnaia fez um arranque brilhante para liderar na curva um, no entanto, Martin perdeu dois lugares ao cair para quarto.

O herói das primeira voltas foi Miller, subindo seis lugares para se encontrar atrás destes dois, só para perder fôlego mais adiante.

Atrás, Miguel arrancara de 19º na grelha (com Marc Márquez atrás!) suficientemente bem para recuperar logo um lugar.

Martin ficou atrás de Alex Márquez e Enea Bastianini, mas rapidamente regressou ao terceiro posto depois de ultrapassar o piloto da Ducati de fábrica.

Bastianini, que também foi ultrapassado por Márquez na primeira volta, perdeu a quarta posição para Jack Miller numa travagem na última curva.

Na segunda volta houve uma breve mudança na liderança, com Márquez a passar por dentro de Bagnaia na última curva, mas o espanhol alargou, o que permitiu a passagem de Bagnaia e Martin.


Isto deu início a uma dura batalha entre Márquez e Martin, com o piloto da Gresini a levar a melhor e a recuperar o 2º lugar.

Enquanto a luta na frente se intensificava, Marc Márquez sofreu uma queda na curva 14 à 4ª volta, imitado pelo colega Mir uma volta depois.

Com isto, Miguel teria subido duas posições, mas entretanto fora ultrapassado pelo colega Fernández e permanecia 18º.

À frente, a sexta volta foi o ponto de viragem da corrida, com Márquez a fazer a sua jogada para recuperar a liderança. Isso permitiu que o compatriota Martin se aproximasse antes de passar na curva 14.

Tanto Márquez como Martin começaram a separar-se de Bagnaia, enquanto o companheiro de equipa Bastianini se aproximava do último lugar do pódio, colando-se a Bagnaia.

Atrás, Binder passara Miller para 5º e Bezzecchi, Zarco, Marini e Viñales completavam o Top 10.

Marc Márquez ficara em pista e ainda bateu Bautista que acabou em 22º e último.

Apesar de ter menos ritmo do que Bastianini e Brad Binder, Bagnaia conseguiu perder apenas dois pontos para Martin, chegando à meta em terceiro.

andardemoto.pt @ 11-11-2023 09:05:33 - Paulo Araújo


Clique aqui para ver mais sobre: MotoGP