Teste Bullit Spirit 125 - Inspirada no passado

Uma Cafe Racer cheia de estilo para espalhar charme pelas ruas da cidade!

andardemoto.pt @ 20-8-2021 08:36:00 - Texto: Rogério Carmo | Fotos: Luis Duarte

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Bullit Spirit | Moto | Motos 125cc

A classe das motos 125cc é dominada pelas scooters, mais simples de conduzir devido à sua transmissão automática, que apenas depende do acelerador, mas há quem prefira as motos com caixa de velocidades e embraiagem, e nessa categoria encontramos uma grande variedade de modelos, desde os mais utilitários aos mais estilosos.

Há uns meses apresentámos-lhe a Bullit Bluroc 125, uma racer urbana concebida para enfrentar sem compromissos o trânsito nas grandes urbes. Agora apresentamos-lhe a Bullit Spirit 125, uma Cafe Racer urbana cheia de estilo, que não passa despercebida.

A pedra basilar de qualquer Cafe Racer é a simplicidade. Remover da moto tudo o que não seja estritamente essencial, promovendo a ligeireza que potencia um desempenho desportivo, é o fundamento desta filosofia.

O guiador de avanços, o painel de instrumentos minimalista, tal como o farol e os farolins, o assento de estilo “solo” rematado pela tradicional bossa “aerodinâmica”, são características comuns a este estilo.

A posição de condução é inevitavelmente desportiva, com os pés recuados, para melhor suportar a aceleração e o peso do tronco a cair sobre os pulsos, para baixar o centro de gravidade, proporcionando menos resistência aerodinâmica, e aplicar mais peso na roda dianteira.
Os espelhos retrovisores estão bem colocados e cumprem perfeitamente a sua finalidade.

Além da razoável brecagem, esta moto é muito fácil de manobrar, devido sobretudo ao baixo peso do conjunto (116kg) e à reduzida altura do assento ao chão. Considerando ainda as reduzidas dimensões da Bullit Spirit, quem fica favorecido são os condutores de estatura mais baixa. 

A suspensão tem um caráter desportivo, apesar de permitir algum conforto em pisos mais irregulares, mostrando-se suficientemente eficaz para as prestações do motor.

A forquilha invertida confere uma maior precisão à direção, além de proporcionar um aspecto mais desportivo, e na traseira, molas progressivas emparelham com amortecedores reguláveis com reservatório de expansão exterior, que além da “pinta de racer” garantem um melhor desempenho quando solicitados intensamente.



A travagem conta com discos em ambos os eixos, e não sendo um dos melhores argumentos da Spirit (talvez para autenticar o feeling vintage) mostra-se suficientemente competente para dominar o conjunto.

Apesar de não estar equipada com ABS, a travagem é assistida por um sistema de repartição que, ao apertar a manete ou ao pisar o pedal, acciona os travões em simultâneo em ambas as rodas, tal como é exigido pela norma Euro5, para as motos até 125cc.

O motor mostra-se bastante solícito no arranque e também na resposta ao acelerador, oferecendo um funcionamento muito regular e uma entrega de potência linear. O seu consumo ronda os 3,3 litros/100km pelo que os 14 litros de capacidade do depósito de combustível garantem uma autonomia na casa dos 400 quilómetros.

A caixa de 5 velocidades revela-se bastante precisa e com um accionamento muito suave, apesar de o curso da alavanca ser um pouco mais longo do que o desejável. A embraiagem tem um acionamento suave e bastante controlável e a manete não exige muito esforço no aperto.


Mas a pièce de résistance desta racer espiritual é o seu design. As linhas limpas de inspiração vintage ressaltadas pela pintura negra da maior parte dos componentes; as proporções perfeitas, que fazem as rodas de 17 polegadas com jantes de raios parecerem enormes.

Os pormenores de acabamento são cuidados, destacando-se os apontamentos cromados dos instrumentos do painel.


A qualidade de construção, revelou-se pelo desempenho do motor, que requer intervalos de manutenção de 5.000 quilómetros, e pela ausência de ruídos parasitas ou reações inesperadas, são uma agradável surpresa, sobretudo quando se tem em conta o preço!

A Bullit Spirit 125 tem um  P.V.P. recomendado: de  2.799,00 Euros, e pode ser adquirida em mensalidades desde 65,16 Euros para uma duração de 60 meses.

Faça uma consulta e veja caracteristicas detalhadas:

Bullit Spirit | Moto | Motos 125cc

andardemoto.pt @ 20-8-2021 08:36:00 - Texto: Rogério Carmo | Fotos: Luis Duarte


Clique aqui para ver mais sobre: Test drives