Dakar 2018: Etapa 6 – Kevin Benavides é o novo líder na chegada a La Paz

O Rali Dakar chegou à capital boliviana com o piloto da Honda a assumir a liderança. Fausto Mota obteve um bom 45º lugar antes do dia de descanso.

andardemoto.pt @ 11-1-2018 21:31:47

Antoine Meo surpreende e vence com o Dakar a chegar à Bolívia

Antoine Meo surpreende e vence com o Dakar a chegar à Bolívia

Depois das cinco primeiras etapas em solo peruano, hoje foi a vez da caravana do Rali Dakar passar a fronteira entrando na Bolívia, trocando as dunas pelos percursos de montanha. O dia terminou na capital La Paz, a cerca de 2500 metros de altitude, mas antes disso as condições climatéricas já tinham feito das suas.

Os primeiros 119 kms da especial cronometrada das motos tiveram de ser cortados da “ementa” da sexta etapa do Dakar, e assim os restantes 194 kms cronometrados foram enfrentados pelos pilotos das motos como uma autêntica corrida de sprint até La Paz, uma corrida muito renhida entre os favoritos, antes do dia de descanso.

O francês Antoine Meo, Red Bull KTM Factory Team, e depois do excelente quarto lugar de ontem, alcançou hoje a vitória na chegada a La Paz. Meo venceu com apenas 30 segundos de vantagem sobre Kevin Benavides, Monster Energy Honda Team, exactamente a mesma vantagem para o seu companheiro de equipa na KTM, Toby Price que foi terceiro.

O argentino Kevin Benavides recoloca a Honda no topo

O argentino Kevin Benavides recoloca a Honda no topo

Kevin Benavides, com mais uma etapa em que esteve em excelente plano, é agora o novo líder do Rali Dakar, o quarto líder nesta 40ª edição. A competir apenas pela segunda vez na maior prova de todo-o-terreno do Mundo, o piloto argentino dá à Honda a liderança quando entramos numa fase decisiva, pois depois do dia de descanso de amanhã, será a vez dos pilotos das motos iniciarem a segunda metade do Dakar com a primeira parte da etapa maratona.

A subida de Kevin Benavides ao topo da classificação Geral das motos também se ficou a dever ao tempo perdido pelo anterior líder Adrien Van Beveren, Yamalube Yamaha Official Team. O francês da Yamaha foi apenas 10º do dia, e na Geral desceu para segundo com uma diferença de 1m57s para Benavides.


Van Beveren desceu para segundo

Van Beveren desceu para segundo

Na classificação Geral convém destacar ainda a prestação de Matthias Walkner, que aos comandos de uma KTM oficial, mantém a liderança a uma distância inferior a 3 minutos. O terceiro lugar é seu, e com uma boa vantagem sobre os perseguidores, a pouco mais de 9m30s, um tripla liderada Xavier de Soultrait (Yamaha) e que inclui ainda Joan Barreda (Honda) e Toby Price.

Quanto a Fausto Mota, KTM, o piloto luso já chegou ao final da sexta etapa do Dakar, e tem pela frente um dia de descanso onde poderá recuperar do enorme esforço que tem feito até agora.

Fausto Mota, o único piloto português ainda em prova nas motos neste Dakar, obteve na chegada a La Paz um muito bom 45º lugar, a cerca de 20 minutos de Antoine Meo, e na Geral mantém o 59º lugar.

Amanhã será dia de descanso em La Paz. Os pilotos aproveitam para descansar e habituar-se à elevada altitude, até porque a sétima etapa, a realizar no sábado, será a primeira parte da etapa maratona com início em La Paz e final em Uyuni, ou seja, não haverá assistência às motos por parte das equipas de assistência de cada piloto.

A partir de agora as distâncias a percorrer por etapa vão aumentar, porém as dunas desaparecem e dão lugar a troços mais rápidos, que deverão merecer especial atenção dos pilotos para evitar problemas numa etapa maratona. A ligação La Paz a Uyuni terá um total de 727 kms, sendo que 425 kms serão de especial cronometrada.

Fausto Mota continua em prova e mantém intacto o objectivo de chegar a Córdoba

Fausto Mota continua em prova e mantém intacto o objectivo de chegar a Córdoba


Veja o resumo da 6ª etapa em vídeo:

andardemoto.pt @ 11-1-2018 21:31:47