Dakar 2018: Etapa 11 – Price vence e Walkner tem vitória na mão!

A faltarem três etapas para o fim, o Rali Dakar 2018 tem Matthias Walkner na liderança após um dia em que a KTM alcançou nova vitória, desta vez por Toby Price.

andardemoto.pt @ 17-1-2018 22:02:39

Toby Price estreou a vencer no Dakar em 2018

Toby Price estreou a vencer no Dakar em 2018

Vencedor do Rali Dakar em 2016, o australiano Toby Price está de regresso às vitórias na maior prova do todo-o-terreno mundial, tendo vencido a 11ª etapa que ligou Belén a Fiambala. Após 280 kms de especial cronometrada, o piloto da KTM confirmou à chegada o domínio que mostrou sobre os adversários ao longo de todo o dia, e terminou com 1m38s de vantagem sobre Kevin Benavides, da Monster Energy Honda Team, que foi segundo.

Outra KTM, a do francês Antoine Meo, ocupou o terceiro lugar no pódio de hoje.

Nas contas da classificação geral das motos, o austríaco Matthias Walkner mantém a sua liderança no Dakar com bastante margem de segurança, e prepara-se para vencer esta 40ª edição.




Walkner entre em modo "gestão" para garantir nova vitória da KTM no Rali Dakar!

Walkner entre em modo "gestão" para garantir nova vitória da KTM no Rali Dakar!

O piloto da KTM, após dizimar a concorrência na etapa anterior, onde acumulou uma vantagem de mais de 40 minutos, foi desta feita gerindo o ritmo de forma a chegar a Fiambala sem problemas, e a manter os adversários à distância, mais concretamente Kevin Benavides, que após a desistência do seu colega de equipa na Honda, Joan Barreda, assumiu assim o 2º lugar da Geral.

Após a 11ª etapa, a diferença entre os dois primeiros classificados cifra-seem 32 minutos, ou seja, a faltarem três etapas para se chegar ao final do Rali Dakar 2018, Matthias Walkner prepara-se para manter a KTM invencível naquela que, a confirmar-se, será a 17ª vitória consecutiva do construtor austríaco no Dakar!

Após vencer pela primeira vez este ano, Toby Price ocupa agora o 3º lugar na classificação Geral das motos, a 39m17s da liderança do seu companheiro de equipa.

Da etapa de hoje destacamos ainda alguns factos: Joan Barreda, após vários dias a aguentar as dores no joelho devido à queda que sofreu no passado Sábado, e quando se encontrava em 2º na Geral, não aguentou mais as dores, e totalmente exausto fisicamente acabou por ter de parar a meio da etapa, pedir assistência médica e oficializar o seu abandono.

Com isso a Honda, que já via com muitas dificuldades a possibilidade de quebrar o domínio da KTM no Dakar, sofre novo golpe nas suas aspirações, pois fica apenas com Kevin Benavides para enfrentar a armada KTM.



Kevin Benavides tem três dias para impedir vitória de Matthias Walkner

Kevin Benavides tem três dias para impedir vitória de Matthias Walkner

E esse é outro facto a destacar!

A marca de Mattighofen, após ter passado por dificuldades na primeira semana, em que viu a Honda e a Yamaha a assumirem à vez a liderança, e quando já muitos vaticinavam que ia perder o Dakar ao fim de 16 anos, volta a ocupar o topo da classificação e, mais do que isso, a KTM ocupa quatro posições dentro do “top 5”!

A conseguir que todos os seus quatro pilotos melhor classificados terminem nas respectivas posições, Matthias Walkner em 1º, Toby Price em 3º, Gerrard Farres e Antoine Meo em 4º e 5º respectivamente, a KTM volta a mostrar ao mundo que na maior prova de todo-o-terreno, o Rali Dakar, não interessa como se começa… mas sim como se acaba!

Quanto ao português Fausto Mota, que também compete com KTM, continua a trilhar o seu caminho do Rali Dakar. Na Geral o piloto luso ocupa o 44º posto.


Veja o vídeo de resumo da 11ª etapa do dakar 2018

andardemoto.pt @ 17-1-2018 22:02:39


Clique aqui para ver mais sobre: Rali Dakar 2018