Incêndio no hospitality de MotoE destrói as Energica Ego Corsa

A realização do primeiro Mundial MotoE de motos elétricas está em risco, após um incêndio no paddock de Jerez durante a madrugada de hoje ter destruído o hospitality e as 18 motos Energhica Ego Corsa.

andardemoto.pt @ 14-3-2019 10:40:31

Eric Granado foi o mais rápido no primeiro e único dia de testes em Jerez das MotoE

Eric Granado foi o mais rápido no primeiro e único dia de testes em Jerez das MotoE

Esta temporada a Dorna decidiu colocar as motos elétricas em ação, e anunciou a realização do primeiro Mundial MotoE, que teria cinco rondas no total, a servir de suporte a algumas rondas europeias do Mundial de Velocidade.

Com 18 pilotos inscritos e muitas das mais importantes equipas do Mundial de Velocidade a marcarem presença neste campeonato MotoE, a expectativa gerada ao longo dos últimos meses foi imensa, e com a realização da primeira sessão de testes de pré-temporada em Jerez, que começou ontem, os fãs das motos elétricas puderam começar a perceber o que valem as Energica Ego Corsa de competição.

O brasileiro Eric Granado foi o melhor do dia de ontem ao rodar em 1m48.984s, um tempo já bastante melhor do que o melhor tempo obtido nos testes anteriores, também em Jerez, onde Bradley Smith registou então a melhor volta com 1m50.265s. Os tempos obtidos ontem mostraram a grande evolução conseguida durante a paragem de Inverno, e os pilotos prometiam conmseguir fazer tempos bem melhores hoje.

Infelizmente para o Mundial MotoE, a madrugada de hoje revelou-se um verdadeiro desastre...


O hospitality do Mundial MotoE ficou totalmente destruído!

O hospitality do Mundial MotoE ficou totalmente destruído!

O hospitality do Mundial MotoE, instalado no paddock do circuito de Jerez, foi assolado por um incêndio devastador que consumiu por completo as instalações do Mundial MotoE e, pior do que isso, destruiu todas as 18 motos Energica Ego Corsa e respetivas estações portáteis de carregamento das baterias das motos! Felizmente os danos foram apenas materiais, e ninguém ficou ferido.

As causas do incêndio ainda não foram apuradas, mas as autoridades já se encontram a investigar o que realmente terá acontecido, e em breve deveremos ter informações sobre o que originou este incêndio que coloca em causa a realização do Mundial MotoE, que deveria ter a sua primeira ronda dentro de pouco mas de um mês e meio, a 5 de maio, precisamente no circuito de Jerez.

Se o incêndio foi a pior notícia que podíamos ter, a verdade é que já antes, durante o primeiro dia de testes das MotoE no circuito Andaluz, as coisas não tinham corrido bem. Depois da sessão matinal, os pilotos teriam pela frente uma sessão depois da pausa de almoço, sendo que as Energica Ego Corsa ficaram a carregar as suas baterias durante essa pausa.


Energica Ego Corsa e respetiva estação portátil para carregar bateria

Energica Ego Corsa e respetiva estação portátil para carregar bateria

A organização não explicou concretamente o que terá acontecido, mas a verdade é que a sessão da tarde teve de começar mais tarde pois as motos não ficaram carregadas a 100% dentro do “timing” previsto para a operação de carregamento das baterias – algumas informações que conseguimos obter apontam para uma falha nas estações portáteis de carregamento das baterias, e assim os pilotos tiveram apenas 30 minutos em pista em vez dos originais 45 minutos.

Com a realização do primeiro Mundial MotoE para motos elétricas em risco, a Dorna tem ainda a hipótese de alterar o calendário, cancelando a primeira prova de Jerez e começando o campeonato apenas em Le Mans, a 19 de maio.

andardemoto.pt @ 14-3-2019 10:40:31