MotoGP – No Texas manda o "sheriff" Marc Marquez!

Num sábado recheado de cancelamentos de sessões devido às condições climatéricas, foi Marc Marquez quem voltou a mostrar quem manda no Circuito das Américas, sendo o mais rápido na qualificação. Nas Moto3 foi Niccolo Antonelli o mais forte, com Marcel Schrotter a ser mais rápido que os rivais nas Moto2.

andardemoto.pt @ 13-4-2019 23:08:19

Para o segundo dia de ação do Grande Prémio das Américas já se esperavam condições climatéricas adversas, mas ninguém esperava o que hoje aconteceu no circuito texano. Para além da muita chuva e vento, uma enorme tempestade elétrica causou a queda de muitos relâmpagos nas imediações do Circuito das Américas, obrigando a organização a cancelar as sessões de treinos livres nº3 para todas as categorias.

A situação foi tão problemática que, a bem da segurança, os comissários do circuito tiveram de se abrigar, e no sistema de som e ecrãs do circuito foram também emitidos alertas para que os espectadores se colocassem em segurança.

Após mais de três horas de espera, as condições climatéricas finalmente deram tréguas e a Direção de Corrida finalmente deu o “OK” para a realização das sessões de qualificação de Moto3, MotoGP e finalmente de Moto2. Ao contrário dos pilotos das categorias mais baixas, os pilotos de MotoGP tiveram ainda a possibilidade de realizar a sessão 4 de treinos livres.

Em MotoGP, e depois de Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha) ter conseguido bater Marc Marquez (Repsol Honda) no primeiro dia, o campeão do mundo em título voltou ao seu melhor na sessão de Qualificação 2, que contou ainda com Jorge Lorenzo (Repsol Honda) e Danilo Petrucci (Misson Winnow Ducati) que foram os dois melhores da Qualificação 1.


Marquez aproveitou ao máximo o asfalto seco do Circuito das Américas para realizar a melhor volta da Qualificação 2 com um tempo de 2m03.787s, o que lhe permitiu assegurar a sua sétima “pole position” consecutiva no circuito americano! Atrás do espanhol da Honda, Valentino Rossi (Monster Energy Yamaha) também de mostrou muito forte ao longo da qualificação, e o veterano de 40 anos conseguiu mesmo assegurar o segundo lugar na grelha de partida ao rodar apenas 0.273s mais lento que Marquez.

Cal Crutchlow (LCR Honda Castrol) assegurou mais um bom resultado, com o britânico, num último esforço, a subir até ao terceiro lugar na grelha de partida. Crutchlow ainda estará recordado do que lhe sucedeu no GP da Argentina, e tentará evitar mexer-se um mílimetro que seja para não ser penalizado novamente por falsa partida.

Nesta qualificação para o GP das Américas de MotoGP, destaque para a excelente posição obtida por Pol Espargaró. O mais novo dos irmãos Espargaró, aos comandos de uma RC16 da Red Bull KTM Factory, logrou alcançar o melhor resultado de sempre em qualificação para a marca austríaca. Pol Espargaró irá arrancar amanhã da quinta posição.

Pela negativa, o destaque foi a prestação de Andrea Dovizioso (Mission Winnow Ducati).

O piloto italiano não conseguiu assegurar, primeiro, a passagem direta à Qualificação 2 como os seus rivais mais diretos na luta pelo título, nomeadamente Marc Marquez. Mas nem mesmo na Qualificação 1 Andrea Dovizioso conseguiu extraír o melhor da sua Ducati GP19, ficando fora da passagem à Q2 depois de apenas conseguir o 3ª tempo na Q1, que lhe dá a 13ª posição na grelha de partida. É a primeira vez que Dovizioso fica fora da Q1, e logo num momento em que o piloto italiano dizia que a Ducati estava, finalmente, mais equilibrada, e que por isso não iria sofrer tantos problemas no Circuito das Américas.


Moto2

Na categoria intermédia, o alemão Marcel Schrotter (Dynavolt Intact GP) obteve a “pole position” para a corrida de amanhã das Moto2. Numa qualificação onde as motos com chassis Kalex dominaram e ficaram com os quatro primeiros lugares, Schrotter rodou em 2m10.875s, e nem mesmo um último esforço nos segundos finais por parte de Alex Marquez (EG 0,0 Marc VDS) roubou ao alemão a “pole”, ficando Marquez a apenas 0.058s de obter a primeira “pole position” do ano.

A fechar a primeira fila da grelha está o britânico Sam Lowes (Federal Oil Gresini Moto2).

Moto3

Na categoria mais baixa do Mundial de Velocidade, a única que teve de competir com o piso totalmente molhado nos momentos iniciais, mas que depois foi secando aos poucos na zona das trajetórias, o italiano Niccolo Antonelli (SIC58 Squadra Corse Honda) foi o mais forte nas condições de aderência tão complicadas.

Antonelli terminou com meio segundo de vantagem sobre Raul Fernandez (Sama Qatar Angel Nieto KTM), que tinha vindo da Qualificação 1, e aproveitando já ter rodado em pista molhada durante 15 minutos antes da Qualificação 2, o jovem espanhol aproveitou da melhor forma para assegurar a sua melhor qualificação de sempre nas Moto3. O argentino Gabriel Rodrigo (Kommerling Gresini Honda) fecha a primeira fila da grelha de partida, em que o líder do campeonato teve uma qualificação para esquecer!

O japonês Kaito Toba (Honda Team Asia) sofreu uma queda e nunca conseguiu encontrar o ritmo para lutar pelos lugares mais acima na tabela de tempos, e assim vai partir para a corrida das Moto3 do 24º lugar, muito atrás no pelotão, e terá vida difícil para manter a liderança da classificação da categoria.

Galeria de fotos Grande Prémio das Américas

andardemoto.pt @ 13-4-2019 23:08:19