MotoGP Japão – Mais uma “pole” para Marquez e Miguel Oliveira arranca de 16º

O espanhol e já campeão vai arrancar pela primeira vez da “pole position” para o Grande Prémio do Japão na categoria rainha. Marc Marquez continua a ter uma temporada de sonho em MotoGP. Português Miguel Oliveira arranca numa boa posição para poder terminar nos pontos.

andardemoto.pt @ 19-10-2019 11:32:07

Com o asfalto do circuito japonês Twin Ring Motegi a secar, a qualificação para o Grande Prémio do Japão de MotoGP teve novamente como grande protagonista o espanhol e recentemente coroado campeão, Marc Marquez.

O piloto da Repsol Honda está a fazer uma temporada memorável, colocando o seu nome em mais alguns recordes da categoria rainha e do Mundial de Velocidade.

Desta feita Marquez alcançou a “pole position” num circuito onde ainda não o tinha conseguido fazer enquanto piloto de MotoGP, e depois de ter vistos os seus adversários dominarem as sessões de treinos livres, o pentacampeão de MotoGP decidiu mostrar a todos o porquê de ser o melhor piloto da atualidade.

Com uma volta em 1m45.763s, Marc Marquez assegurou aquela que é a sua 10ª “pole position” da temporada 2019! Desta feita será acompanhado na primeira fila da grelha de partida para o GP do Japão pelos dois pilotos da Petronas Yamaha SRT.


Já estamos habituados a ver Fabio Quartararo e a sua Yamaha M1 a liderar as tabelas de tempos de MotoGP, mas desta feita o “rookie” francês foi batido pelo seu companheiro de equipa Franco Morbidelli, que num derradeiro esforço relegou Quartararo para a terceira posição na Qualificação, ficando o italiano a pouco mais de uma décima de Marquez.

Quem terá ficado bastante irritado com a prestação das suas Yamaha satélite é Maverick Viñales. Aos comandos de uma Yamaha M1 de fábrica, Viñales continua a não conseguir confirmar em qualificação a rapidez que revela nos treinos livres. O espanhol arranca para a corrida desta madrugada da quarta posição.


Quanto a Miguel Oliveira, e depois da queda forte ainda nas primeiras sessões de treinos, o piloto da Red Bull KTM Tech3 irá arrancar para o 16º Grande Prémio da temporada precisamente da 16ª posição.

Não conseguindo a passagem direta para a Q2, apesar de ter estado em destaque nos treinos livres 3 com piso bastante molhado, revelando um bom ritmo neste tipo de condições, Miguel Oliveira teve de trabalhar bastante durante a Q1 quando a o asfalto começou a secar.

Com o piso ainda sem estar totalmente seco, o português e os seus técnicos tiveram de trabalhar para encontrar uma afinação para encontrar aderência num asfalto ainda relativamente húmido e até molhado nalgumas zonas.

Com a sua melhor volta em 1m47.894s o “rookie” luso assegurou a 16ª posição na grelha de partida, sente-se confortável com o ombro, que ainda está lesionado, e mostra-se confiante que neste GP do Japão pode voltar a somar pontos:

“De uma forma geral este foi um sábado positivo. Fomos bastante competitivos nas condições de chuva, o que foi bom. Assim que a pista começou a secar para a qualificação foi muito difícil perceber quais os pontos onde estava molhado e qual o nível de risco que podíamos correr. Foi um dia em que pude recuperar o ‘feeling’ com a moto. Devido às condições, o meu ombro doeu um pouco menos do que ontem, por isso penso que estamos em linha para fazer uma boa corrida amanhã e terminar dentro dos pontos”, afirmou Miguel Oliveira depois da qualificação de MotoGP para o Grande Prémio do Japão.

andardemoto.pt @ 19-10-2019 11:32:07


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto