Mais de uma centena de motos inscritas para a 33ª Baja Portalegre 500

A 33ª edição da mítica Baja Portalegre 500 começa a 25 e termina a 26 de outubro. Serão mais de uma centena de motos à partida e muitos nomes sonantes como Heinz Kinigadner e Jutta Kleinschmidt nos SSV, numa prova que vai decidir os títulos do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno.

andardemoto.pt @ 24-10-2019 12:59:30

Chegámos aquela altura do ano em que todos os amantes do todo-o-terreno centram as suas atenções naquela que é considerada a prova rainha do TT. Dias 25 e 26 de outubro realiza-se a 33ª edição da Baja Portalegre 500, que leva pilotos profissionais e amadores até Portalegre para mostrarem o que valem.

A prova arranca desportivamente dia 25, sexta-feira, de manhã com um prólogo de 6 km, disputado nas Coutadas, seguido de um setor seletivo de 80 km. No sábado realiza-se o terceiro setor cronometrado de 350 km, com partida do Crato e chegada a Portalegre. A cerimónia de pódio está agendada para as 17h00.

Este ano a prova vai contar com diversos nomes de peso, seja nas motos como nos SSV.

Nas motos o destaque vai para o elevado número de inscritos. São quase 60 pilotos inscritos na categoria principal, mais concretamente 98, divididos por três classes: MTT1, MTT2 e ainda as MTT3. Com o campeonato nacional absoluto ainda em disputa, o título que ficará nas mãos de Daniel Jordão ou de Salvador Vargas, mas temos de contar ainda com a presença de pilotos consagrados e que encaram a Baja Portalegre 500 como mais uma oportunidade de afinar a moto e o corpo para o próximo Rali Dakar que se vai disputar em janeiro na Arábia Saudita.


Nomes como Fausto Mota, António Maio, Mário Patrão e Sebastian Bühler serão alguns dos candidatos à vitória nesta Baja Portalegre 500 onde veremos ainda competir duas Triumph Scrambler 1200 XE pilotadas por André Fernandes e Filipe Elias, motos que vão competir totalmente de série, sem qualquer preparação, apenas com as devidas proteções instaladas para evitar grandes danos em caso de queda.

A Baja Portalegre 500 é também a segunda e derradeira etapa do prémio “Road to Merzouga”, o primeiro passo da recente ligação do Dakar ao CNTT. Um piloto de moto e uma equipa de SSV terão assegurada a sua inscrição no Rali Dakar por via do somatório de resultados na Baja TT Idanha-a-Nova e na Baja Portalegre 500. Daniel Jordão nas motos e a dupla Luís Cidade/Pedro Mendonça lideram atualmente a classificação.


E por falar em SSV, este ano a Baja Portalegre 500 contará com um plantel de luxo nesta categoria, para além de que, com 120 inscritos, está batido um novo recorde, que permite afirmar com toda a certeza que o campeonato português é o melhor da Europa.

Estarão em competição a Super Final Europeia da Taça Yamaha YXZ1000R, bem como os troféus Can-Am Maverick e Polaris RZR e da Taça Nacional de Mini Baja.

Estão confirmados nomes bem conhecidos do TT internacional como são os casos de Heinz Kinigadner e Jutta Kleinschmidt. Mas nos SSV teremos também de contar com a presença massiva de pilotos apoiados pela Benimoto: nada menos do que 15!

De entre os pilotos que têm disputado esta temporada com o apaoio da Benimoto há que realçar o nome de Nelson Caxias que lidera a classe Promoção, faltando-lhe apenas dois pontos para se sagrar campeão. Será navegado por Carlos Rebola.

Entre os SSV podem aspirar ao título Pedro Santinho Mendes, Pedro Carvalho e Victor Santos. Nos Quad vamos assistir a um mano a mano entre Luís Engeitado e Roberto Borrego. Por decidir está ainda o título de campeão SSV TT2 que envolve nada menos que cinco pilotos: Tiago Guerreiro, José Manescas, André Rodrigues, Eric Steichen e Nuno Gameiro.

De referir ainda que haverá mais motos e SSV em competição.

Nas categorias Hobby e Promoção Baja estão inscritos um total de 77 pilotos divididos entre motos e SSV, enquanto na Mini Baja contam-se mais 18 pilotos de moto e que de certeza vão dar um colorido ainda mais especial a esta 33ª Baja Portalegre 500.

andardemoto.pt @ 24-10-2019 12:59:30


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto