Portugal ataca os ISDE 2019 com ambição e três equipas

A edição deste ano dos International Six Days Enduro realiza-se entre 11 e 16 de novembro e tem o Autódromo Internacional do Algarve como base de operações. Portugual estará representado por três equipas.

andardemoto.pt @ 31-10-2019 13:49:17

Foram apresentadas na sede da Federação de Motociclismo de Portugal as três equipas que vão competir com as cores nacionais naquela que será a 94ª edição dos International Six Days Enduro, a maior prova do mundo dedicada a esta modalidade e que vai trazer a Portugal mais de três dezenas de seleções nacionais de todo o mundo.

Este ano a prova realiza-se em Portugal, mais concretamente no Algarve, e terá como base de operações o Autódromo Internacional do Algarve.

Será a terceira vez na história que Portugal recebe os ISDE, e para a prova que arranca dia 11 de novembro e termina a dia 16 de novembro, Portugal terá mais uma vez uma presença de três equipas que mostram estar preparadas e com a ambição de obter excelentes resultados nestes ISDE 2019.


Lado a lado com com mais de meio milhar de pilotos oriundos de 34 nações distintas, as cores portuguesas estarão mais uma vez presentes na prova com três equipas distintas: Séniores, Juniores e Senhoras. Os quatro pilotos da equipa sénior serão Diogo Ventura, Diogo Vieira, Gonçalo Reis e João Lourenço; nos Júniores estarão Tomás Clemente, Rodrigo Belchior e Manuel Teixeira, cabendo a representação feminina a Joana Gonçalves, Rita Vieira e Bruna Antunes.

De referir ainda que Gonçalo Salgado, Frederico Rocha e Rodrigo Luz estarão também presentes nos ISDE 2019.

Com as cores da Federação de Motociclismo de Portugal, as três formações enfrentarão seis exigentes dias de competição onde terão que ultrapassar 1500 quilómetros de trilhos e especiais desenhados ao redor de Portimão e do AIA, com destaque para a serra de Monchique ou o Barrocal, que serão cenários únicos de uma prova que terminará no dia 16 com a realização da especial final na pista de motocross da Cortelha.


“Vamos estar a jogar em casa e por isso todos os pilotos querem conseguir bons resultados. Nos ISDE é o resultado da equipa que tem mais importância mas se não houver bom desempenho individual o colectivo também não se destaca e por isso todos se prepararam de forma intensa para uma prova única e especial como são os ISDE”, refere Manuel Marinheiro, o presidente da FMP e que acompanhará o evento maior do desporto motorizado em Portugal em 2019 de forma permanente.

Pedro Mariano preparou ao pormenor a corrida e acompanhou também a preparação dos pilotos e por isso sabe o que podem fazer os portugueses “E mesmo sabendo que esta prova pode muitas vezes ser 'traiçoeira' os nossos pilotos têm valor para poder discutir o pódio final e assinar o melhor resultado de sempre para Portugal. É pena não podermos contar com o Luis Oliveira ou o Rui Gonçalves devido a lesões, mas estes dez pilotos que vão estar a defender as cores das selecções nacionais serão igualmente rápidos e consistentes”.

Confiança não falta à 'esquadra lusa' que preparou ao pormenor esta participação e terá ainda mais alguns dias de treinos já em solo algarvio antes do arranque do evento mais importante do ano que terá arranque oficial no dia 9 de novembro quando na cidade de Portimão forem apresentadas todas as equipas e pilotos participantes.

andardemoto.pt @ 31-10-2019 13:49:17


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto