MotoGP – Alex Marquez é o primeiro vencedor do Virtual GP

A Dorna idealizou e 10 pilotos de MotoGP participaram no primeiro Virtual GP de sempre. O Autódromo de Mugello foi o palco desta corrida virutal, que teve grandes momentos, muitos toques, risos, e Alex Marquez a tornar-se no primeiro vencedor enquanto Miguel Oliveira finalizou em 8º.

andardemoto.pt @ 29-3-2020 15:23:46

Este não foi um domingo qualquer! Hoje, 29 de março de 2020, 10 pilotos de MotoGP fizeram história e participaram no primeiro Grande Prémio Virtual de sempre! A Dorna quis dar aos fãs um momento divertido e descontraído para superar a ausência de corridas reais, e o resultado foi verdadeiramente espetacular.

Com o Autódromo de Mugello como cenário deste primeiro Virtual GP que aconteceu no mundo do videojogo MotoGP19, Marc Marquez, Alex Marquez, Fabio Quartararo, Miguel Oliveira, Iker Lecuona, Alex Rins, Joan Mir, Aleix Espargaró, Francesco Bagnaia e Maverick Viñales aceitaram o desafio e mostraram que não são apenas excelentes pilotos no mundo real.

Uns melhor que outros, e com muitas quedas e toques à mistura, de tal forma que nem conseguimos contabilizar quem caiu (e o número de vezes que caiu!), a qualificação de cinco minutos teve todos os condimentos que estamos habituados a assistir durante uma qualificação de MotoGP.

Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) foi o melhor e conquistou a “pole position” na sua última volta, enquanto Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech3), que confessou estar pouco à vontade com este jogo, ficou-se pela 9ª posição na grelha de partida.


O arranque para as seis voltas desta corrida Virtual GP foi, no mínimo, caótico!

Toques, pilotos a tentarem trajetórias alterantivas, e algumas quedas foram baralhando o pelotão de dez pilotos. Apesar de nunca ninguém gostar de perder, nem mesmo a “feijões”, foi engraçado podermos assistir às reações de cada piloto aos vários momentos da corrida. Uma forma bem diferente de vermos as corridas de MotoGP.

Rapidamente a liderança da prova ficou na discussão entre Alex Marquez (Repsol Honda) e Francesco Bagnaia (Pramac Ducati), com o italiano a jogar em casa – literalmente! – e a mostrar que as muitas horas que joga MotoGP19 serviram para alguma coisa.

O mais novo dos irmãos Marquez e Bagnaia foram trocando de posição diversas vezes, até que Alex foi conquistando alguns metros de vantagem, claramente visíveis nas imagens da transmissão que aconteceu ao vivo nos diversos canais de MotoGP nas redes sociais, com comentários em direto como se de uma corrida real se tratasse.


Ao ver o seu rival e líder da corrida fugir na frente, Bagnaia não quis desiludir os fãs em Mugello, tentou forçar o andamento, mas uma queda nas voltas finais deixou a vitória nas mãos de Alex Marquez que só precisou de levar a sua Honda RC213V até ao fim. Bagnaia foi segundo, e o pódio ficou completo com a presença de Maverick Viñales, que depois de algumas quedas conseguiu cruzar a meta em 3º, ficando então três marcas diferentes no pódio do Virtual GP.

O “rookie” Alex Marquez pode ter sentido muitas dificuldades nos testes de pré-temporada de MotoGP, mas aqui, no mundo virtual, mostrou que tem o que é preciso para levar de vencida a concorrência.

Quartararo foi 4º classificado, não conseguindo capitalizar da sua “pole position”, terminando à frente de Marc Marquez. Será esta uma antevisão do que vamos ver quando MotoGP regressar à ação na realidade?

A seguir a estes dois ficaram os dois pilotos da Ecstar Suzuki, com Alex Rins a superar Joan Mir, com o espanhol a estar pressionado por Miguel Oliveira durante largos momentos da corrida, mas com um momento final menos positivo o português deixou Mir escapar à sua frente.

Miguel Oliveira terminou então na 8ª posição, uma prestação que merece nota positiva tendo em conta que o piloto português não está muito à vontade neste videojogo.

Não se classificaram Iker Lecuona e Aleix Espargaró (Aprilia Gresini), que não conseguiram cortar a linha de meta dentro dos 30 segundos após o vencedor finalizar a corrida.

Esta foi uma excelente experiência para os pilotos, que puderam assim, mesmo que a partir de suas casas ou clube de fãs, como foi o caso de Miguel Oliveira, matar saudades de pilotar as suas MotoGP. Para os fãs e adeptos de MotoGP esta foi também uma forma diferente de assistir a uma corrida num ambiente descontraído, e ver as reações de cada um dos 10 pilotos às quedas (sem danos físicos ou materiais).

A Dorna promete continuar a realizar este tipo de corridas virtuais. A próxima está agendada para 12 de abril, e para além destes pilotos que hoje entraram em ação no primeiro Virtual GP, existe a promessa que no próximo teremos mais pilotos em pista.

andardemoto.pt @ 29-3-2020 15:23:46


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto