MotoGP – Carlo Ubbiali faleceu aos 90 anos

Nove vezes campeão do mundo, Carlo Ubbiali não resistiu a um problema respiratório. O piloto italiano é uma das Lendas de MotoGP.

andardemoto.pt @ 3-6-2020 17:19:32


O Mundial de Velocidade ficou um pouco mais pobre com o anúncio do falecimento de Carlo Ubbiali. Aos 90 anos de idade, Ubbiali, uma Lenda de MotoGP, não resistiu a complicações respiratórias resultantes de um acidente doméstico.

Nascido a 2 de setembro de 1929, Carlo Ubbiali é um dos maiores nomes da velocidade mundial.

Natural de Bergamo, o piloto italiano foi um dos pioneiros do mundial, ao participar na primeira edição do Campeonato do Mundo de Motociclismo em 1949. Nesse mesmo ano, e a competir nas 125 cc, Ubbiali alcançou o seu primeiro pódio. Um ano depois a primeira vitória chegou aos comandos de uma Mondial, marca com a qual também garantiu o seu primeiro título.



Em 1953, e depois de ter sido batido por Cecil Sandford que pilotava para a MV Agusta, Carlo Ubbiali decidiu também competir com as motos de Conde Agusta. Até porque, fora das pistas, Ubbiali tinha uma ligação à MV, pois trabalhava na oficina do seu pai que era proprietário de um concessionário da MV Agusta.

Necessitou de esperar dois anos para voltar a saborear o título. Foi em 1955 que venceu novamente nas 125 cc, uma categoria onde competiu de forma bastante dominadora ao ser campeão em 1956, 1958, 1959 e 1960.

Para além das 125 cc, Carlo Ubbiali também ganhou títulos nas 250 cc: 1956, 1959 e 1960.

Aos 31 anos o piloto de Bergamo tinha intenção de competir nas maiores 350 e 500 cc.



Mas a política aplicada pela MV Agusta relativamente à altura e peso dos seus pilotos, impediu que Ubbiali subisse de cilindrada. Como consequência dessa impossibilidade, Carlo Ubbiali decidiu então abandonar a sua carreira de piloto.

Conhecido entre a comunidade de pilotos como o “Chinês”, por causa da sua estatura baixa, Carlo Ubbiali era um piloto que estudava os seus adversários e deu uso ao seu talento também em corridas de resistência. Venceu a medalha de ouro nos Seis Dias de Gales e subiu ao pódio na corrida Vales de Bergamo mostrando excelente capacidade para gerir os momentos da corrida.

No total foi campeão mundial por nove vezes e ocupa um lugar de destaque na história do Mundial de Velocidade.

andardemoto.pt @ 3-6-2020 17:19:32


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto