MotoGP – Horários e antevisão do Grande Prémio da República Checa

A terceira corrida de MotoGP de 2020 realiza-se no circuito de Brno. Para além dos horários completos do fim-de-semana, fazemos aqui a antevisão do Grande Prémio da República Checa, com as declarações de Miguel Oliveira.

andardemoto.pt @ 4-8-2020 20:47:45

É já no próximo fim-de-semana, de 7 a 9 de agosto, que se realizará o terceiro Grande Prémio para a categoria MotoGP. Com o Mundial de Velocidade a iniciar uma série de três corridas em fins-de-semana consecutivos, o Grande Prémio da República Checa assume por isso especial relevância.

A maior novidade, e aquela que está a dar mais que falar no “paddock” do Mundial de Velocidade, é a ausência confirmada de Marc Marquez.

O piloto espanhol da Repsol Honda foi submetido a uma segunda operação à fratura no úmero do braço direito, para corrigir danos na placa de titânio que lhe foi colocada dias antes do Grande Prémio da Andaluzia.

Os esforços realizados por Marquez, principalmente ao nível da pilotagem da sua Honda RC213V, danificaram a placa, e esta segunda operação serviu para corrigir o problema. A equipa Repsol Honda afirma que o campeão de MotoGP vai agora recuperar de acordo com os “timings” necessários.


Tudo indica que só regressa às pistas em setembro, falhando assim os próximos três Grandes Prémios. Isso significa o adeus à luta pelo título esta temporada. Mas nas últimas horas têm surgido rumores, e ressalvamos que não passam de rumores, de que o nervo radial, que não foi afetado na queda do GP de Espanha que resultou na fratura, estará agora afetado.

Caso isso se confirme, a recuperação poderá ser ainda mais longa do que o que está agora a ser anunciado pela equipa médica e a Repsol Honda.

Com Marc Marquez fora de ação, e para o seu lugar a Honda anunciou a chegada do piloto de testes Stefan Bradl, quem vê as suas hipóteses de alcançar o seu primeiro título de MotoGP é o francês Fabio Quartararo.

O piloto da Petronas Yamaha SRT tem uma eficácia impressionante em 2020: duas corridas, duas vitórias. São já 50 pontos somados por Quartararo, e leva dez pontos de vantagem sobre Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha).



Se as Yamaha parecem estar muito bem em termos de resultados e luta pelo título, a verdade é que os motores japoneses estão a dar problemas. Os pilotos Yamaha já usaram praticamente todos os motores disponíveis para 2020, Viñales inclusivamente já usou o quinto motor, e a fiabilidade da Yamaha M1 poderá deixar os seus pilotos numa posição menos benéfica já a partir do GP da República Checa.

E para aproveitar esses possíveis problemas da Yamaha está a postos da Ducati.

Mesmo com Andrea Dovizioso a obter um pódio na primeira corrida em Jerez, a verdade é que Brno é um circuito favorável para as motos italianas e a equipa Mission Winnow Ducati estará desejosa de recuperar algum do terreno perdido para as Yamaha.

E aos comandos das motos Ducati não podemos também esquecer os pilotos da Pramac. Apesar do desapontante resultado no GP da Andaluzia, tanto Jack Miller como Francesco Bagnaia estão a mostrar uma performance assinalável e são capazes de lutar pelos primeiros lugares em Brno.


Quanto às Suzuki, a equipa Ecstar chega à terceira corrida do ano com Alex Rins ainda a recuperar de lesão, e com Joan Mir também algo apagado. Será que as GSX-RR de 2020 têm o que é preciso para garantir à casa de Hamamatsu um bom resultado?

As Aprilia Gresini de Aleix Espargaró e Bradley Smith têm ainda bastante que provar. A moto italiana está, claramente, mais perto das motos mais eficazes. Mas o motor V4, um motor completamente novo para esta temporada, tem sofrido de problemas de fiabilidade em resultado da sua juventude. Brno será uma boa oportunidade para, principalmente, Aleix Espargaró se redimir do que aconteceu na segunda corrida em Jerez.

E por fim chegamos às KTM.

Na equipa de fábrica, Pol Espargaró quererá dar continuidade ao bom início de temporada aos comandos da RC16, este que será o último ano aos comandos da moto austríaca, pois o mais novo dos Espargaró vai mudar-se para a Honda HRC em 2021. Quanto a Brad Binder, o sul-africano terá sido chamado à atenção pela cúpula diretiva da KTM Racing depois do excesso de “vontade” demonstrado em Jerez, e que terminou com a corrida altamente promissora do português Miguel Oliveira.



E já que estamos a falar do piloto luso da Red Bull KTM Tech3, Miguel Oliveira tem neste terceiro GP do ano a oportunidade de demonstrar que o que estava prometido para a segunda corrida em Jerez não foi obra do acaso.

“Estou obviamente muito animado por estar de volta às corridas em tão curto espaço de tempo. Depois do resultado que alcançámos há duas semanas atrás, parece que é o momento da redenção e estou muito desejoso de andar em Brno, que é uma pista que me agrada bastante. No ano passado senti-me muito bem lá e conseguimos pontuar na corrida. Sinto que é uma boa pista para nós no arranque de três excelentes rondas consecutivas que penso serem muito boas para a nossa moto. Quero mesmo começar com um bom resultado em Brno e dar à equipa aquilo que eles deveriam ter tido no segundo domingo de Jerez”, afirma Miguel Oliveira em jeito de antevisão.

Aqui ficam os horários completos do Grande Prémio da República Checa

Sexta-feira 7 de agosto
8h00 – 8h40 – Moto3 – FP1
8h55 – 9h40 – MotoGP – FP1
9h55 – 10h35 – Moto2 – FP1
12h15 – 12h55 – Moto3 – FP2
13h10 – 13h55 – MotoGP – FP2
14h10 – 14h50 – Moto2 – FP2

Sábado 8 de agosto
8h00 – 8h40 – Moto3 – FP3
8h55 – 9h40 – MotoGP – FP3
9h55 – 10h35 – Moto2 – FP3
11h35 – 11h50 – Moto3 – Q1
12h00 – 12h15 – Moto3 – Q2
12h30 – 13h00 – MotoGP – FP4
13h10 – 13h25 – MotoGP – Q1
13h35 – 13h50 – MotoGP – Q2
14h10 – 14h25 – Moto3 – Q1
14h35 – 14h50 – Moto3 – Q2

Domingo 9 de agosto
7h20 – 7h40 – Moto3 – Warm Up
7h50 – 8h10 – Moto2 – Warm Up
8h20 – 8h40 – MotoGP – Warm Up
10h00 – Moto3 – Corrida
11h20 – Moto2 – Corrida
13h00 – MotoGP - Corrida

andardemoto.pt @ 4-8-2020 20:47:45


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto